Cruzeirinho

Crianças descobrem o mundo dos dinossauros em Sorocaba

Durante quatro dias, elas aprenderam muito sobre esses enormes e fascinantes animais
Crianças descobrem o mundo dos dinossauros!
Com fósseis similares aos dos dinossauros, as crianças aprenderam sobre sua história. Crédito da foto: Divulgação

Por que os dinossauros foram extintos? Quais eram suas características? O que eles comiam? Essas são algumas das inúmeras curiosidades que muita gente tem sobre o fascinante mundo dos dinossauros. Para ajudar a responder parte delas, a Prefeitura de Sorocaba realizou uma atividade especial de férias no Parque da Água Vermelha. Foram quatro dias de muito aprendizado e aventura para 40 crianças, de 6 a 10 anos de idade. Se você não pôde participar, o Cruzeirinho conta tudo como foi.

Desta vez, os pais também puderam participar com seus filhos, interagindo na natureza enquanto os pequenos escavavam ossos enterrados em várias partes do parque. No último dia, os conhecimentos foram colocados à prova, em um jogo de perguntas onde quem errava as respostas levava uma bela torta na cara!

Crianças descobrem o mundo dos dinossauros!
Lívia. Crédito da foto: Emidio Marques

No primeiro dia a turma toda fez uma caminhada para conhecer a biodiversidade da floresta que existe lá no Parque da Água Vermelha. As crianças foram divididas em quatro grupos e receberam os nomes dos dinossauros: o grupo do Tiranossauro Rex (T-Rex), do Triceratops, dos Brontossauros e do Velociraptor. Teve também uma oficina de diorama, como é chamada a maquete que reproduz o habitat desses gigantes da terra. A Lívia de Freitas Hatadani, de 11 anos, fez a dela, em uma caixa de sapatos, com dobraduras, massinhas e papel crepom. Você também pode usar outros materiais. Basta ativar a criatividade. “Levei para a minha casa e o meu primo, que ama dinossauro, ficou brincando o dia inteiro”, contou Lívia, que adora passar as férias no parque.

Leia mais  Oficina em homenagem ao Dia da Árvore

Já os pais levaram para casa uma tarefa familiar: uma garrafa pet cheia de miniaturas de dinos, que aumentam de tamanho em contato com a água. O objetivo foi observar as características de cada um depois do crescimento. Você sabia que o formato da dentição ajuda a identificar se o dino é herbívoro, carnívoro ou onívoro? E que, pelo formato da pata, é possível saber se ele foi um ser aquático ou terrestre?

Conhecendo os paleontólogos

Crianças descobrem o mundo dos dinossauros!
Nicoly. Crédito da foto: Emidio Marques

No segundo dia de atividades, a turminha descobriu a importância do profissional paleontólogo, o cientista que estudas os fósseis. Em seguida, os participantes fizeram buscas de fósseis similares aos do bronquiossauro e do velociraptor enterrados em dois sítios arqueológicos dentro do próprio parque. Equipada com luvas, óculos, régua e outros instrumentos de medição, a turma foi à caça dos grandes ossos e esqueletos. “O que eu mais gostei foi de escavar. Foi uma grande descoberta”, contou Nicoly Vitória Soares Fernandes, de 6 anos. Os participantes do projeto também percorreram uma trilha, seguindo pegadas dos dinos e chegaram ao ninho do T- Rex e do veloceraptor e descobriram como estes animais nasciam.

Crianças descobrem o mundo dos dinossauros!
Henri. Crédito da foto: Emidio Marques

No terceiro dia, a turma foi ao Sesi de Votorantim, onde está instalado o Circuito Educativo Dinossauros do Brasil. A iniciativa envolve uma trilha ecológica com dez réplicas de dinossauros e pterossauros que viveram em território brasileiro. Henri Ferreira Hasegawa Basseto, de 8 anos, conta que já era fascinado por dinossauros e passou a se interessar ainda mais depois do passeio que terminou com uma caça ao tesouro, recheado de moedas de chocolate, onde cada participante foi presenteado com um colar com réplicas de dentes de T-Rex, símbolo de protetores da natureza. “Achei muito interessante conhecer os dinossauros que moraram no Brasil”, disse.

Leia mais  Passageira cai após ônibus frear e é socorrida em terminal de Sorocaba
Crianças descobrem o mundo dos dinossauros!
Lucas. Crédito da foto: Emidio Marques

Já no quarto e último dia, todo o aprendizado foi colocado à prova em uma gincana muito divertida, onde quem errava a resposta de algumas perguntas levava torta na cara. “Além de desenterrar os ossos, ganhar o colar de dente e saber mais sobre os dinossauros, o que eu mais gostei foi de fazer muitos amigos”, resumiu Lucas Naracci Abrão Slonik, de 6 anos, aprovando a iniciativa do parque.

Crianças descobrem o mundo dos dinossauros!
Numa divertida brincadeira, quem não acertou as respostas sobre os dinossauros levou torta na cara. Crédito da foto: Emidio Marques

A educadora ambiental Viviane Rachid, da Secretaria do Meio Ambiente (Sema) explicou que, além de falar das principais características dos dinossauros e como era a dinâmica alimentar entre eles, o projeto “Mundo dos Dinossauros” procurou trazer todas as informações sobre o período jurássico para a atualidade.

É que, apesar dos dinos já terem sido extintos há milhões de anos — existem várias teorias sobre o assunto –, todos os pensamentos apontam que o desaparecimento da espécie está relacionado com a alteração do meio ambiente. “É interessante para a gente pensar quais alterações estão ocorrendo hoje, nas cidades e nas florestas do entorno”, afirma, explicando que essas alterações no meio ambiente, como poluição, desmatamento e queimadas, já têm provocado a extinção de várias espécies no Brasil e em outras partes do mundo.

Leia mais  Crianças aprendem como se faz um jornal

Veja alguns dos dinossauros que as crianças conheceram:

Staurikosaurus pricei (Lagarto Cruzeiro do Sul) – Uma das espécies de dinossauro mais antigas do mundo ! Era carnívoro e com apenas 13 ou 14 dentes conseguia prender, cortar e rasgar outros animais para comer.

Baurusuchus salagadoensis ( Crocodilo de Buru) – Era onívono, o mais antigo crocodilo terrestre que já existiu no Brasil. No entanto, suas pernas eram mais longas, pois ele vivia mais tempo caminhado no solo.

Crianças descobrem o mundo dos dinossauros!
Os participantes encontraram ossos, como os dos dinossauros, enterrados em várias partes do parque. Crédito da foto: Divulgação

Unaysaurus tolentinoi (Lagarto da água negra) – Foi o primeiro dinossauro herbívoro (prossaurópode), descoberto no Brasil.

Angaturama limai – Era um dinossauro carnívoro que também se alimentava de peixes. Tinha nas costas um tipo de “espinho”, por isso faz parte do grupo dos espinossauros.

Antarctosaurus brasiliensis – Foi o primeiro dinossauro herbívoro de grande porte descoberto no Brasil, encontrado no Rio Grande do Sul. Chegava a medir até seis metros (tamanho de um prédio de três andares). (Felipe Shikama)

Comentários

CLASSICRUZEIRO