Buscar no Cruzeiro

Buscar

Crianças contam como se sentem em relação à pandemia

20 de Dezembro de 2020 às 00:01
Jéssica Nascimento [email protected]

Crianças contam como se sentem em relação à pandemia Miguel Passos Lemes aconselha que todos se cuidem. Crédito da foto: Cortesia

Este espaço do Cruzeirinho é dedicado especialmente para as cartinhas que recebemos dos nossos queridos leitores. E, nesta semana, três cartas chegaram à Redação. Todas elas foram escritas pelos alunos do 2º ano C da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Maria de Lourdes Oliveira Iha, de Pilar do Sul. Ao trabalhar o gênero textual cartas, os estudantes, com auxílio da professora Ana Lúcia Gonçalves, escreveram como se sentem em relação à pandemia do novo coronavírus.

O Klauber Thaynan da Silva Magalhães diz estar com saudade dos amigos e da professora. “Eu queria que a pandemia passasse logo para poder brincar com vocês”. Apesar de estar se divertindo durante a pandemia, Klauber conta que se diverte ainda mais com os amigos da classe. “Sinto falta da escola, de fazer atividades com a ‘pro’. Espero que isso passe logo para podermos estar juntos novamente”.

Crianças contam como se sentem em relação à pandemia Klauber sente falta dos amigos e da professora. Crédito da foto: Cortesia

Assim como Klauber, o Leonardo Gomes de Oliveira também deseja que a pandemia passe logo. “Eu não gostei da pandemia porque não podia ir na escola e não podia ir na casa da vó. Fiquei com medo de pegar Covid-19”. Klauber, que não gostava muito da escola, agora está com saudades. “Desejamos que Deus faça passar logo a Covid-19 do mundo inteiro”.

Já o Miguel Passos Lemes diz que ficou mais ou menos feliz com a pandemia. “Fiquei feliz porque fiquei mais em casa com meus irmãos e minha mãe e meu pai. Mas não gostei porque não podia sair nem na escola, nem no cinema e nem no mercado”. Por esse motivo, Miguel quer que logo tudo volte ao normal. “Então se cuide e cuide de todos”, aconselha. (Jéssica Nascimento)