Cruzeirinho

Crianças aprendem a importância das árvores

As árvores são seres vivos que oferecem, flores, frutos, sombra e oxigênio
Elas merecem nosso cuidado e respeito
Algumas árvores podem ser consideradas dos seres mais antigos do planeta. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (17/9/2019)

Ela nos presenteia com flores, frutos, sombra e ainda é responsável pela produção do oxigênio que respiramos, ajudando na nossa sobrevivência. Sim, você já sabe, estamos falando da árvore! Devido à sua importância, ela ganhou uma data comemorativa, para todas as pessoas lembrarem de preservá-la. E como sábado (21) foi o Dia da Árvore, o Cruzeirinho resolveu falar um pouco sobre ela. Aliás, nada melhor do que falar sobre árvore num dia como hoje, às vésperas de iniciar a Primavera, a estação que graças à arvore é considerada a mais florida do ano.

Sabia que algumas árvores podem ser consideradas os seres mais antigos do planeta? Isso porque tem espécies que duram centenas de anos, mas há as que podem chegar até a milênios! É o caso da sequoia, típica da América do Norte, que dura mil anos. Mas a árvore mais velha do mundo é um abeto vermelho, que tem 9.550 anos! Ele foi descoberto em uma região montanhosa no noroeste da Suécia. Nesse caso, não é só a idade que impressiona, a altura também: cerca de quatro metros. Essa espécie consegue sobreviver porque sempre que seu tronco morre, um novo tronco se desenvolve a partir de suas raízes. O abeto também consegue se adaptar a mudanças climáticas.

Já a maior árvore frutífera do mundo está no Brasil. Isso mesmo. Uma reportagem publicada pela agência de notícias EBC aponta que o maior cajueiro do planeta nasceu no Rio Grande do Norte, na praia de Pirangi do Norte. A árvore foi registrada no “Guiness Book”, o livro dos recordes, em 1994. Ela cobre uma área de 8,5 mil metros quadrados, o equivalente a 70 cajueiros de tamanho normal Na época de safra, ela produz, 2,5 toneladas de caju, algo entre 70 e 80 mil frutas. Os cajus não são vendidos e os turistas que vão ao local podem levar alguns pra casa. Esse cajueiro é grande porque tem uma anomalia que faz com que os galhos criem raízes ao tocar o chão, tornando-se outros troncos. Mas todos os troncos são ligados e dependem do principal.

Leia mais  Veados têm galhadas que crescem todos os anos

Crianças conhecem bem a importância das árvores

Elas merecem nosso cuidado e respeito
Os alunos do CEI-83, que fica no Éden, ajudam a cuidar e a regar as árvores da escola. Crédito da foto: Emidio Marques / Arquivo JCS (17/9/2019)

As árvores e as crianças são grandes amigas. Os pequenos amam a natureza e não gostam nem de pensar em um mundo sem o verde. Em visita ao CEI-83 Maria Carmen Rodrigues Saker, no Éden, isso ficou bem claro durante uma conversa com Pietro Sanches Peres, de 4 anos. Ele disse que em sua casa tem uma árvore bem grande. Questionado como seria se alguém arrancasse ela, Pietro logo mudou a fisionomia. O rosto ficou com expressão de tristeza e ele não entendia por que alguém arrancaria sua árvore. “Ela não se mexe”, tentou justificar, e depois emendou: “A árvore não incomoda ninguém, está parada”.

A orientadora pedagógica da escola, Talita Cristina Noronha, disse que as crianças costumam cuidar das árvores do CEI, ajudando a regar. Ontem, durante a Festa da Família, as crianças plantaram na escola um manacá.

Leia mais  Palhaços e saci são atrações no Sesc neste domingo

Isaac Ranieri Melo da Paixão, 4 anos, fez questão de dizer que as árvores são lindas. “Ajudo a cuidar delas na escola. Ontem encontrei sementes no chão”, contou.

Conforme Chilo Joseph, 4 anos, as árvores são importantes porque “fazem maçã e sombra”. Ele adora ajudar a regar as da escola. Manuela Disraeli Dias, 4 anos, também mostrou que sabe o quanto as árvores são importantes, pois elas têm sementes, que são frutas.

Elas merecem nosso cuidado e respeito
Mariana diz que gosta da natureza. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (17/9/2019)

Num passeio pela pista do Parque Campolim, as crianças que estavam brincando embaixo da sombra das árvores também se manifestaram sobre o tema. Mariana Fieri Silva, 6 anos, disse que gosta da natureza “porque ela é linda”. Mariana tem flores em sua casa e disse que ajuda a cuidar. “Plantei um girassol”, conta.

Ela acha ruim arrancar as árvores. “Os galhos servem para segurar as folhas, que servem pra gente respirar”, explica.

Elas merecem nosso cuidado e respeito
Maria Eduarda já colheu fruta no pé. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (17/9/2019)

Maria Eduarda Julioli Alves, 9 anos, também gosta muito das árvores. “É bonito ver. Elas nos oferecem frutos, transmitem o ar”, diz, acrescentando que já colheu fruta no pé. Ela mora em apartamento e contou que sente falta de morar onde tenha mais árvore. “Se arrancarem as árvores vai ser muito ruim pra gente porque não vai mais ter natureza.”

Leia mais  Que tal ganhar dois livros muito legais?
Elas merecem nosso cuidado e respeito
O pequeno Caetano fez questão de mostrar o carinho que tem pelas árvores. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (17/9/2019)

O entrevistado mais novo do Cruzeirinho, Caetano Lemos Caldas, de apenas 1 ano e nove meses, também já sabe o quanto a natureza é importante. Ele disse que gosta de fazer carinho na árvore, falou sobre as folhas e ainda fez questão de demonstrar seu amor, indo até uma delas para mostrar para a reportagem o seu gesto de afeto. (Daniela Jacinto)

Cidadãs sorocabanas

Sorocaba tem 18 árvores antigas proibidas por lei de serem cortadas. Pode ser que algumas delas não exista mais por terem caído naturalmente, mas não foram arrancadas. Os exemplares — três paineiras, quatro jequitibás, cinco copaíbas, quatro jatobás, um cedro rosa e um cambará — estão em ruas, praças, parques e áreas particulares em diferentes regiões da cidade.

De acordo com a Secretaria do Meio Ambiente, Parques e Jardins (Sema), essas árvores são consideradas “cidadãs sorocabanas” e de interesse especial para proteção em função do porte, espécie, raridade, beleza, histórico ou relação com a comunidade. Elas são patrimônios da cidade e têm que ser preservadas para as gerações futuras. Será que você conhece alguma delas?

Elas merecem nosso cuidado e respeito

Comentários

CLASSICRUZEIRO