Buscar no Cruzeiro

Buscar

É o bicho

Dinossauros tinham sangue quente como as aves

04 de Junho de 2022 às 22:41
Cruzeiro do Sul [email protected]
Descoberta pode dissociar os dinossauros dos répteis e alinhá-los com aves e mamíferos.
Descoberta pode dissociar os dinossauros dos répteis e alinhá-los com aves e mamíferos. (Crédito: DIVULGAÇÃO / GOOGLE)

Os dinossauros eram em sua maioria animais de sangue quente, como as aves e os mamíferos, diferentemente dos répteis, que têm sangue frio, conforme revelou um estudo publicado semana passada (25) na revista científica Nature. O estudo usou uma nova técnica de medição do metabolismo, ou seja, da capacidade de transformar oxigênio na energia necessária para a vida, e os vestígios ósseos dos fósseis, conforme informaram os cientistas chefiados pela paleobióloga Jasmina Wiemann, do Instituto de Tecnologia da Califórnia.

Os animais de sangue quente, como as aves e os seres humanos, têm um metabolismo elevado. Absorvem muito oxigênio, necessário para a produção das calorias que lhes permitem gerar calor e permanecer ativos. Já os animais de sangue frio, como os répteis, ao contrário, têm uma atividade mais moderada e a manutenção de sua temperatura corporal depende das condições externas. Não pegam sol por prazer, mas por necessidade.

O metabolismo dos dinossauros sempre foi um dilema, pois as aves, que são seus descendentes, têm sangue quente, mas seus “primos” próximos, os crocodilos, têm sangue frio. (Da Redação, com AFP)