Casa e Acabamento

O que você precisa saber sobre pastilhas

Mais do que bonitas, essas peças devem ser resistentes. Conheça as principais condições técnicas para fazer a melhor escolha
O que você precisa saber sobre pastilhas
Em função do processo de fabricação, todas as pastilhas, esmaltadas ou não, oferecem alta resistência ao choque térmico e à flexão, mas há variações consideráveis quanto ao desgaste e manchamento. Crédito da foto: Divulgação

O efeito das pastilhas proporciona beleza e sofisticação aos imóveis. Bonitas e versáteis, são opção para revestir paredes e pisos dos mais diversos ambientes. Mas, além do estético, outro aspecto é importante no momento da escolha do modelo ideal para seu projeto. É preciso verificar, também, as questões técnicas de modo a se obter o melhor desempenho desse tipo de produto.

Uma das questões mais importantes é o nível de resistência física e química que as pastilhas oferecem. A Jatobá Pastilhas, empresa com mais de 70 anos de atuação no mercado, destaca algumas condições que devem ser avaliadas no momento da escolha.

Resistência à flexão Por serem queimadas em altas temperaturas e apresentarem baixíssima porosidade (absorção de água menor que 0,5% para esmaltadas e que 0,1% para não esmaltadas – Natural), as pastilhas têm a maior resistência à flexão dentre todos os tipos de revestimentos. Isso possibilita seu uso em pisos nos quais haverá altas cargas de peso.

Leia mais  Dicas para acertar na escolha do sofá
O que você precisa saber sobre pastilhas
Crédito da foto: Divulgação

Resistência ao desgaste em uso Para as pastilhas esmaltadas, essa resistência é medida pelo desgaste à abrasão superficial, popularmente conhecido como PEI. Cada referência é classificada com uma resistência (PEI) específica, que determina os locais de uso. Para as pastilhas não esmaltadas (Natural), a medida é feita pela resistência à abrasão profunda que deve ser menor que 175 mm3, de acordo com a Norma ABNT NBR 15.463. É ela que estabelece os requisitos exigíveis para fabricação, marcação, declarações em catálogos, recebimento, inspeção, amostragem e aceitação de placas cerâmicas para revestimento do tipo porcelanato.

Resistência ao choque térmico Em função do processo de fabricação utilizado, todas as pastilhas (esmaltadas e não esmaltadas) possuem alta resistência ao choque térmico. Por isso, são indicadas para uso onde ocorrem variações de temperatura, tais como fachadas, lareiras, churrasqueiras, saunas e regiões que apresentam inversões de temperatura elevadas.

Leia mais  Peças são inspiradas nas cores e formas das folhas

Resistência ao manchamento De acordo com a norma da ABNT, as pastilhas devem apresentar resistência maior ou igual a 3. As classes de resistência vão de 1 a 5. A partir de 3 as pastilhas não mancham e, quanto maior a classe, mais efetiva a remoção de sujeiras da superfície das pastilhas.

O que você precisa saber sobre pastilhas
Crédito da foto: Divulgação

Resistência aos produtos químicos A preocupação aqui é com os produtos de uso doméstico e para tratamento de piscinas. A resistência é classificada por classes A, B e C e as pastilhas devem apresentar resistência maior ou igual a B.

Para André Rodrigues, técnico de qualidade da empresa, “é mandatório seguir todas as indicações porque só assim é possível usufruir do nível máximo de desempenho dos produtos”.

O que você precisa saber sobre pastilhas

Comentários

CLASSICRUZEIRO