Casa e Acabamento

Não é apenas um closet, é um sonho planejado para se tornar realidade

Praticidade e boa organização, além do estilo, são essenciais para o espaço que guarda roupas e acessórios
Portas transparentes ajudam na escolha mais rápida das peças. Crédito da foto: Divulgação

Um closet bem planejado é o sonho de quem precisa de espaço para guardar roupas e acessórios. Praticidade e organização são as palavras-chave para que os objetos pessoais possam ser vistos e escolhidos sem muita demora, a fim de montar o “look perfeito”.

Se não for possível incorporá-lo dentro no quarto, é possível tornar o closet uma realidade em um outro caminho da casa, diz o designer de interiores Henrique Freneda. Ele acredita que a decoração ajuda a construir essa sensação positiva dentro de casa. “Com tudo organizado, tenho certeza que a vida pessoal dos meus clientes fluirá melhor.”

Segundo o profissional, o primeiro passo é definir onde o closet será instalado. A partir daí, a próxima etapa consiste em escolher o estilo que melhor comporta todo o vestuário. Os tipos de projetos são bem diversificados: armários abertos ou fechados, com muitos espelhos, composto por prateleiras ou apenas araras, visual mais simples ou sofisticado, entre outros.

Leia mais  Porcelanato que imita madeira: veja sugestões
Roupas que amassam devem ir para cabides, separadamente. Crédito da foto: Divulgação

Para Freneda, “não importa se o closet é grande ou pequeno, o essencial é decorar de acordo com o estilo do usuário, além de deixá-lo funcional”, ressalta.

A organização, tanto de roupas quanto de sapatos e acessórios, é prioridade. Por isso, é de extrema importância fazer um levantamento de tudo que será armazenado. Depois, define-se a quantidade exata de prateleiras, araras, ganchos, divisórias, cabides e gavetas para a execução do projeto de marcenaria.

Se o espaço for pequeno, o importante é apostar em soluções verticais. Uma versão sem portas, totalmente aberta, costuma ser a mais indicada. “Se a organização é a prerrogativa, nesse sistema se torna ainda mais valiosa, já que tudo ficará à mostra”, diz o designer de interiores.

Roupas com tecidos que amassam facilmente devem ser pendurados em cabides separados, que por sua vez pode seguir uma ordem por cores ou estampas. Bolsas e mochilas vão para nichos e os sapatos ganham glamour ao serem dispostos em prateleiras. “Também gosto muito dos ganchos, que são perfeitos para simplificar a rotina, já que armazenam o pijama ou uma troca de roupa rápida”, observa.

Leia mais  Mesa quadrada ou mesa redonda?
Armários sem porta facilitam na organização do dia a dia, pois tudo fica a mostra. Crédito da foto: Divulgação

Já os closets grandes não envolvem muitos mistérios. A principal preocupação está em decorar o local de acordo com o estilo de vida dos moradores. Freneda recomenda muitos espelhos para ajudar a escolher a roupa perfeita para a ocasião, além de sofás e pufes, para o conforto ao calçar sapatos, por exemplo. Quadros e esculturas marcam a personalidade no cômodo.

Os materiais mais comuns são a madeira e o MDF, que podem receber acabamentos diversos como a laca. O vidro traz um ar moderno.

A iluminação é importante, afinal é preciso ver muito bem o que se está vestindo. O ideal, segundo Freneda, é em um ponto de luz central e luzes mais específicas nos armários, com fitas de LED, que não aquecem.

Materiais mais comuns são madeira e MDF, além do vidro, que dá um ar moderno. Crédito da foto: Divulgação
Comentários