Casa e Acabamento

Morre o criador de um ícone mundial: a cafeteira de alumínio tipo moka

A cafeteira Moka é um clássico do design mundial, com vários formatos e cores diferentes
Morre o criador de um ícone mundial
O empresário italiano, Renato Bialetti. Credito da foto: Divulgação

Renato Bialetti, o empresário italiano que transformou uma cafeteira de alumínio em um design global clássico, morreu em fevereiro aos 93 anos. Renato Bialetti foi herdeiro de Afonso Bialetti, responsável por comprar a patente da cafeteira tipo moka inventada por Luigi di Ponti, em 1933. O ‘magnata do café’, como era chamado, faleceu no dia 11 daquele mês, na Suíça, e sua morte gerou um fato inusitado: suas cinzas foram colocadas numa versão gigante da popular cafeteira de alumínio, presente em todas as casas italianas e em muitos lares brasileiros também.

O design da cafeteira tornou-se um clássico, e as derivações que nasceram a partir dele também são geniais. Casa e Acabamento traz, aqui, algumas imagens do produto, e faz uma homenagem aos participantes dessa história.

Morre o criador de um ícone mundial
Em uma de suas versões contemporâneas, lá está l’omino con i baffi, o homenzinho com o bigode, marca registrada. Crédito da foto: Divulgação

Uma história

Bialetti não inventou a Moka. Ele apenas tornou-a famosa. Um homem chamado Luigi di Ponti projetou o aparelho em 1933 e vendeu a patente para o pai de Renato, Alfonso Bialetti, um fornecedor de alumínio.

Leia mais  Quais as melhores plantas para cultivar em casa?

As vendas eram responsabilidade do Bialetti mais velho, mas Renato tinha sonhos maiores, com cheiro de café, quando assumiu o negócio nos anos 1940. Ele liderou uma enorme campanha de marketing em toda a Itália para cafeteiras, que receberam uma gravação com a caricatura charmosa de um homem de bigode – baseada em si mesmo ou em seu pai, dependendo da lenda que se tenha lido. L’omino con i baffi, o homenzinho de bigode, continua sendo um símbolo amplamente reconhecido na Itália..

Morre o criador de um ícone mundial
Na imagem, uma das páginas do projeto original, da forma como foi registrado em um Escritório de Patentes. Crédito da foto: Divulgação

Um número estimado de 330 milhões de Moka já foram vendidas em todo o mundo. A urna em forma de Moka de Bialetti agora está no terreno da família em Omegna, na Itália.

Comentários