Casa e Acabamento

Dicas para escolher (bem) o seu tapete

Arquitetas dão uma série de orientações para “vestir bem” a casa, em harmonia com móveis e objetos decorativos
Dicas para escolher (bem) o seu tapete
Numa sala de estar, o tapete de uma cor neutra pode ocupar a maior parte do ambiente – sempre com delicadeza. Crédito da foto: João Paulo Oliveira / Triarq Studio de Arquitetura

Não importa a estação do ano. Os tapetes vestem a casa e levantam o astral dos ambientes. Eles arrematam a decoração e, por isso, são elementos indispensáveis. Podem ser grandes ou pequenos, lisos ou estampados, felpudos ou mais finos.

Mas daí surge a grande dúvida: com a variedade que existe nas lojas, como harmonizá-lo com os móveis e objetos decorativos?

Dicas para escolher (bem) o seu tapete
O tapete deve acompanhar o layout do ambiente. Crédito da foto: Carla D’Aqui / Triarq Studio de Arquitetura

As arquitetas Ana Paula Briza e Fernanda Takadachi, do escritório Triarq Studio de Arquitetura, não abrem mão dos tapetes em seus projetos e selecionaram algumas orientações para que se faça a escolha do modelo ideal, além de sugerir ideias para quem não quer errar.

Para os ambientes integrados, o tapete ajuda na delimitação das áreas, sem isolá-las. Com a escolha correta, não é necessário usar nenhum móvel para exercer esse papel. “Tudo deve ser muito delicado”, afirma Ana Paula. Numa sala de estar, o tapete de uma cor neutra pode ocupar a maior parte. Não é necessário, no entanto, que fique debaixo de toda a profundidade do sofá, mas, pelo menos, dos pés da frente.

Dicas para escolher (bem) o seu tapete
Os desenhos geométricos nunca saem de moda. Crédito da foto: Carla D’Aqui / Triarq Studio de Arquitetura

“O tapete deve acompanhar o layout do ambiente”, ressalta Fernanda. Os formatos retangulares caem muito bem em ambientes estreitos e cumpridos.

Leia mais  Em tempos de pandemia, como limpar estofados com eficiência?

Os desenhos geométricos não saem de moda e são “uma opção que adoramos”, revela Ana Paula. O importante é saber dosar com os demais elementos: “Com cortinas, paredes, sofás e poltronas em tons neutros, o desenho do tapete traz movimento e completa o ambiente, harmonizando-o.”

O tapete também traz vida e alegria ao ambiente. “A peça pode assumir até o papel de protagonista”, conforme Ana Paula.

Dicas para escolher (bem) o seu tapete
O tapete ajuda na delimitação de áreas, sem isolá-las. Crédito da foto: Carla D’Aqui / Triarq Studio de Arquitetura

De manhã, nada melhor do levantar e firmar os pés em algo confortável e quente. Pois esse é o papel dos tapetes que ladeiam a cama e evitam pisar diretamente no chão frio. São colocados nas laterais da cama e não precisam se grandes.

Comentários