Casa e Acabamento

Deques: práticos, confortáveis e bonitos

É possível aplicar o deque na sala, lavabo, varanda gourmet ou até em paredes
Deques: práticos, confortáveis e bonitos
Deques de madeira corrida refletem um gosto clássico, um estilo que permanece por décadas. Crédito da foto: Reprodução da Internet

Muito utilizado em áreas externas – em volta da piscina, na varanda ou na churrasqueira, o deque de madeira traz uma atmosfera de bem-estar e estética muito bonita, acolhimento e estética, conforto térmico e uma sensação muito buscada atualmente, que é a de receber bem. E engana-se quem pensa que esse material não pode ser utilizado em áreas internas. O que acontece é que por ser impermeável, ele é mais aconselhado para áreas abertas à influência do tempo.

Fugir do óbvio nem sempre é fácil, mas as arquitetas Danielle Dantas e Paula Passos, do escritório Dantas & Passos Arquitetura, revelam que é possível fugir do lugar comum.

É possível aplicar o deque na sala, lavabo, varanda gourmet ou até em paredes. Mas é preciso escolher muito bem o material e ter atenção na instalação. Assim, o resultado será duradouro, bonito e confortável.

Leia mais  Imóveis pequenos redefinem prioridades

Os tipos de deques

Existem dois tipos de deque: o modular e o tradicional. O modular tem dois modelos; um conta com uma base feita com estrutura plástica, com encaixe “macho-fêmea”, que pode ser encontrada com aplicação de madeira na parte superior. O outro é chamado de mini deque, um peça pré-pronta em módulos, formada por painéis ou réguas (ripas) de madeira, perfeita para ser colocada dentro de casa. Sua instalação é bem simples.

Já o deque de madeira tradicional é formado por réguas de madeira, e sua instalação é mais trabalhosa e minuciosa, exigindo um profissional qualificado

Quanto aos tipos de madeiras mais utilizadas, tanto em áreas internas quanto externas, são ipê, cumaru, jatobá, massaranduba, angelim e itaúba. “Lembre-se de sempre checar à procedência dessa madeira. Para saber se ela é sustentável. Busque apenas comprar madeiras de recursos naturais renováveis”, aconselha Paula.

Leia mais  Mãe e filho são resgatados após desabamento de casa em comunidade no Rio

Outro ponto para o qual a arquiteta chama atenção é o tratamento adequado da madeira, principalmente se o deque ficar em um lugar que receba luz, ou tenha contado com água. A madeira precisará ser impermeabilizada corretamente.

Atualmente existem alguns materiais sintéticos que se assemelham visualmente às madeiras naturais, já que muitas pessoas hesitam em instalar o deque de madeira por conta do gasto com a manutenção periódica. Esses deques podem ser de porcelanato, piso cimentício e plástico. “Temos disponível alguns porcelanatos em padrões que imitam madeira, e também em plástico pvc . Esse segundo, além de ser feito com material reciclado, tem outras vantagens como resistência à umidade e é antiderrapante”, indica Danielle.

Seja de madeira, porcelanato ou pvc, o deque é uma ótima escolha para ambientes internos, podendo transformar um cantinho de sua casa em um espaço confortável e, principalmente, aconchegante. (Da Redação)

Comentários

CLASSICRUZEIRO