Casa e Acabamento

Como tratar infiltração em lajes e paredes e evitar dor de cabeça?

Como tratar infiltração em lajes e paredes e evitar dor de cabeça?
Nas paredes, a umidade é sinal de infiltração de água, bem como o mofo, rachaduras, pintura descascada e manchas. Crédito da foto: Adival B. Pinto / Arquivo JCS (22/8/2012)

As infiltrações podem ser uma grande dor de cabeça na manutenção de uma edificação. Elas provocam danos estruturais e contribuem para a formação do mofo. Rachaduras, trincas e manchas, além de desgaste da pintura, são algumas consequências das infiltrações. Se elas atingem as lajes, a situação pode ser ainda pior. É importante evitar o aparecimento das infiltrações em paredes e lajes, mas quando elas acontecem, é necessário tratá-las com urgência e da forma adequada. Tratando da maneira certa, os prejuízos serão menores.

A infiltração nas lajes representa perigo, pois pode afetar toda a estrutura do imóvel. Da laje, a água pode se deslocar para as paredes, atingindo conduítes e pode até chegar ao rodapé, causando danos à aparência da construção.

Saber que existe água se infiltrando na laje e nas paredes não é algo tão simples. Infiltrações em lajes de concreto são algo comuns, sendo os principais sinais bolhas na pintura da superfície, manchas escuras e, em casos mais avançados, a pintura descasca e aparece o mofo. Caso a infiltração tenha sido causada por rachadura, haverá uma goteira bem visível.

Nas paredes, a umidade é sinal de infiltração de água, bem como o mofo, rachaduras, pintura descascada, manchas — como acontece nas lajes. Em época de chuva, como agora, as evidências ficam mais visíveis.

As causas das infiltrações em lajes e paredes podem ser diferentes, como: falta de impermeabilização na laje; impermeabilização malfeita dos pisos e fundações; rachaduras causadas pelo tempo e pela má cura da laje; ação do tempo; falta de manutenção da impermeabilização; telhas quebradas; calhas com vazamentos; pontos em que a água da chuva consegue se acumular, como em rodapés do lado de fora da construção; trincas e rachaduras no lado externo que permitem que a água da chuva passe para o interior; paredes construídas na divisa; tubulações com vazamentos.

Leia mais  Da decoração ao design, 10 boas apostas

A atuação de um profissional especializado é a melhor forma de identificar e diagnosticar as infiltrações. Uma das formas mais eficazes de evitar as infiltrações em lajes e paredes é impermeabilizando. A laje deve ser impermeabilizada logo que for “batida”. Entre os materiais de impermeabilização mais importantes, estão a manta asfáltica, as resinas impermeabilizantes e a argamassa impermeável. A região precisa estar limpa e é preciso seguir as orientações do fabricante do produto. Existe uma receita caseira que também garante bons resultados. Misturam-se, na proporção certa, cimento, água e cola de construção. Para cada saco de cimento, devem ser adicionados um litro de cola (de construção ou de madeira) e vinte litros de água. Essa mistura deve ser aplicada na laje recém-batida, sem ter passado pelo processo de cura.

Nas paredes

As paredes, especialmente as de fora, necessitam de impermeabilização com cimento ou argamassa adequados. Caso a umidade na parede seja resultante de fissuras ou rachaduras, é preciso fazer um tratamento e cobrir a parede com material selante.

Leia mais  Quais as melhores plantas para cultivar em casa?

Quando as infiltrações resultam de rachaduras, a solução é fechar a rachadura. Selar como material do piso não é uma boa opção, pois ele apenas retarda a infiltração, mas não resolve o problema de forma definitiva. A “pedra batida” é uma solução eficaz. Trata-se de uma tinta para aço empregada nos para-lamas de veículos antigos. Essa tinta resiste bem à água, arranhões e outras ações danosas, sejam do tempo, sejam do ambiente. São muitos os profissionais que aplicam a pedra batida para “pintar” as rachaduras e vedá-las definitivamente. Esse produto oferece preço acessível, e somente com uma lata é possível resolver o problema na maioria dos casos.

As mais graves

Se a infiltração já alcançou toda a laje, indo além de uma rachadura, será necessário fazer uma espécie de “recapeamento” na laje, usando um produto específico, seja já tradicional, seja alguma inovação do mercado. Sejam mais simples ou mais graves, o ideal é recorrer a profissionais especializados para resolver problemas de infiltração em lajes e paredes.

Leia mais  Como trocar fechaduras de um jeito simples e fácil? Siga as dicas

Além de identificar a existência e os focos de infiltração, uma boa empresa tem condições de sugerir e efetivar as melhores soluções, resolvendo o problema antes que ele se torne pior e envolva mais perigos e gastos.

Um dos grandes inconvenientes em tratar infiltrações e vazamentos é o trabalho envolvido na operação. É necessário quebrar paredes e a laje, mexer de forma radical na estrutura do imóvel, para encontrar os pontos exatos do problema e corrigi-los. Isso provoca muita sujeira, gasto de tempo e de mais dinheiro.

Com equipamentos mais modernos, como a câmera termográfica, é possível, em alguns casos, encontrar os focos sem abalar a estrutura do imóvel. O conserto será realizado no ponto exato e a solução será eficaz. Hoje há soluções baseadas em poliéster flexível que são indicadas principalmente para reformas, pois podem ser empregadas diretamente sobre a superfície, sem quebra-quebra. Também existem produtos à base de silicone. (Fonte: https://www.leak.com.br)

Comentários