Casa e Acabamento

Como tirar o cheiro ruim de cachorro do ambiente?

Como tirar o cheiro ruim de cachorro do ambiente?
Algumas raças tendem a ter um cheiro mais forte do que outras. Crédito da foto: Divulgação

Os cachorros são excelentes companheiros. No entanto, alguns animais, principalmente, os que ficam dentro de casa podem deixar odores desagradáveis no ambiente, o tão incômodo “cheiro de cachorro”.

Os cachorros têm odores e isso é normal. Alguns exalam um cheiro mais forte e exigem cuidados para que isso não se torne inconveniente para os tutores. Portanto, deve-se identificar de onde está vindo o cheiro desagradável para tentar solucionar o problema.

Na maioria dos casos, esse cheiro forte está relacionado ao xixi dos animais. Quando feito no tapete higiênico ou mesmo fora dele, podem deixar um odor ruim no ambiente.

Alguns animais também possuem forte cheiro pelo corpo, que tende a ser mais evidente em cães com problemas de pele, infecções no ouvido ou até mesmo com problemas intestinais, afirma a veterinária Lívia Romeiro, do Vet Quality Centro Veterinário.

Como resolver

Seja qual for a origem do mau cheiro, é importante adotar uma série de cuidados tanto com o pet, quanto com a casa para evitar que isso se torne um problema para todos.

Se o pet está acostumado a ficar dentro de casa, subir no sofá ou nas camas, o ideal é que a limpeza criteriosa desses ambientes seja feita ao menos duas vezes por semana.

Onde for possível, lave o piso com os produtos adequados, dando maior atenção para as áreas em que o animal costuma fazer suas necessidades. Nestes pontos específicos, você pode usar uma misturinha milagrosa que ajuda a deixar o lugar sem qualquer cheiro ruim: bicarbonato de sódio, limão espremido e um pouco de água. Após lavar o local com os produtos que você normalmente utiliza, passe um pouco dessa mistura, deixando-a agir por pelo menos 40 minutos e depois enxague bem.

Mesmo nos dias mais frios, é importante promover uma boa circulação de ar nos ambientes para evitar qualquer cheiro ruim. Caso o cachorro tenha o costume de dormir com você na cama, é importante trocar os lençóis a cada dois dias, se possível, diariamente, para evitar que as bactérias se acumulem e a cama fique com mau cheiro.

Já para o sofá, colchão e poltronas, uma solução pode ser borrifar um desinfetante em aerossol indicado para desinfecção de pequenas superfícies não laváveis, que também ajuda na desodorização.

Dar banho no cachorro semanalmente e levá-lo regularmente a uma clínica veterinária de confiança, além de outras práticas de higiene, ajudarão não só a controlar o mau cheiro e manter a saúde do animal. (Da Redação)

Comentários