fbpx
Casa e Acabamento

Como tirar a tinta de um móvel de madeira

Existem basicamente duas maneiras para se eliminar a tinta velha: remoção física ou química
Como tirar a tinta de um móvel de madeira
Você pode deixar um pouco da tinta antiga, ou limpar completamente. Crédito da foto: Divulgação

Muita gente que gostaria de dar uma nova cara a uma peça de madeira – um móvel, janela, porta, a moldura de um quadro, um enfeite – acaba desistindo, por acreditar que é muito difícil, ou por não saber como fazer, principalmente quando o objeto está pintado com tinta a óleo, acrílica, verniz, etc. Só de pensar no trabalhão que vai dar lixar…

Não é bem assim. Há várias maneiras para trabalhar madeira. Entretanto, é importante saber o que se espera como resultado final. Se for apenas uma pintura nova, e a tinta antiga estiver bem aplicada, sem pedaços soltando, basta limpar com detergente, para tirar manchas oleosas, usar lixa fina para deixar a superfície áspera e pintar por cima.

Agora, se você pretende remover a tinta antiga, seja por razões estéticas, seja por ela estar quebradiça, soltando, com falhas, o processo é outro. E você quer deixar a madeira completamente limpa, sem nenhum vestígio de tinta ou verniz? Ou quer uma peça onde resquícios da pintura anterior contribuem, inclusive, para embelezar? A decisão é sua e, claro, implica em mais ou menos trabalho.

Leia mais  IBBL lança purificador compacto de água

As lixas são classificadas segundo a granulometria dos grãos abrasivos presentes, e que variam do mais fino (nº 800) ao mais grosso (nº 12). Para polimentos à mão, no entanto, não é habitual usar grãos mais grossos que os da lixa nº 40, mas a escolha depende do tipo de trabalho a ser realizado.

Os métodos

Vamos lá. Há ao menos duas maneiras para fazer a limpeza da madeira — uma é física e a outra, com ajuda de produtos químicos.

Remoção física

Como tirar a tinta de um móvel de madeira
Lixar é algo a ser feito com paciência e cuidado, para um bom resultado. Crédito da foto: Divulgação

Comece limpando a madeira e, depois, retire a tinta usando uma espátula rígida e lixa grossa. Cuidado ao usar a espátula, ainda mais se a madeira for macia, para não arrancar pedaços com os cantos da ferramenta. Se a peça for de tamanho razoável, ou tiver como prendê-la numa morsa, por exemplo, é possível usar uma lixadeira elétrica orbital, que facilitará muito o trabalho. Nessa fase você determinará se quer limpeza completa ou vai deixar um tanto de tinta.

Leia mais  A rusticidade do concreto nas porcelanas de mesa

A aplicação de um jato de ar quente, ou da chama de um maçarico, sobre a tinta a ser removida também pode ser feita – mas é um processo que pode levar a queimaduras, exige técnica e equipamento especial. Não recomendamos.

Com ou sem a lixadeira, use uma lixa fina depois, para eliminar os resquícios de tinta indesejados.

Remoção química

Nesse processo usamos produtos químicos, chamados decapantes, para uso em metal ou madeira. São, de maneira geral, tóxicos, e algumas precauções devem ser tomadas. Trabalhe em ambiente ventilado e usando uma máscara; proteja as mãos com luvas impermeáveis; forre o chão com plástico ou camadas de papel; depois do uso, descarte vazilhames e raspas de tinta em local adequado – não enterre! Na lata do produto há uma Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico – leia com atenção.

Leia mais  Cobogó inovador permite obra limpa, ágil e sustentável
Como tirar a tinta de um móvel de madeira
A aplicação de produtos químicos adequados facilita muito o trabalho. Crédito da foto: Divulgação

Estes produtos vêm em forma líquida ou em gel. Ao serem aplicados na pintura velha durante o tempo recomendado pelo fabricante, com um pincel, a tinta forma bolhas e se solta, sendo removida facilmente com o auxílio de uma espátula ou um raspador de tinta e verniz . Após a remoção, limpe toda a peça com solvente de limpeza e aguarde a secagem total.

Lixe de maneira a conseguir o resultado desejado, à mão ou usando uma lixadeira elétrica.

A superfície deve estar firme, limpa, fosca, seca, sem poeira, gordura, graxa, sabão ou mofo. Desta forma a sua peça de madeira está pronta para começar a ser pintada.

Uma última dica: a retirada da tinta deve ser feita com paciência e muita atenção. Procure iluminar bem o local enquanto executa o serviço para que toda a tinta velha seja retirada sem prejudicar ou machucar a peça de madeira.

Comentários