Casa e Acabamento

Como escolher a tonalidade da madeira no piso vinílico?

É hora das pequenas reformas
Pisos amadeirados em tons médios são os mais vendidos. Crédito da foto: Divulgação Tarkett

Os fabricantes de revestimentos desenvolvem padrões amadeirados, inclusive no piso vinílico, que tem cor e até texturas do material natural, mas são mais duráveis e fáceis de limpar.

A oferta de padrões amadeirados é bastante diversificada nesse tipo de piso a fim de atender a gostos e necessidades variados, desde residências até escritórios de grandes empresas. Diante de tantas opções, como escolher a tonalidade correta para a casa? E onde um piso claro pode se sair melhor do que o escuro e vice-versa?

A fabricante Tarkett dá algumas orientações para escolha do piso amadeirado. Em primeiro lugar, a tonalidade precisa estar associada ao estilo e à paleta de cores desejada para a decoração, como a pintura e os acabamentos do mobiliário. Uma dica é trabalhar com tons opostos entre piso e mobiliário. Se o piso vinílico é claro, você pode optar por uma tonalidade uma pouco mais escura nos móveis, da mesma forma que se ele for escuro, o mobiliário pode ser de uma tonalidade mais clara.

Leia mais  Como evitar danos ao porcelanato cerâmico?

Os pisos claros são recomendados quando se deseja obter uma sensação de amplitude e iluminação, o que pode ser interessante para valorizar um imóvel de pequena metragem e poucas janelas. Os pisos escuros trazem sensação de acolhimento e proporciona uma atmosfera refinada, pois se aproxima do preto, a cor da elegância e personalidade.

Também há os tons médios. O meio termo é um dos fatores que contribuíram para um aumento significativo das vendas de pisos amadeirados, superando com boa vantagem as vendas das opções mais claras e escuras, conforme a Tarkett.

É hora das pequenas reformas
Cores escuras garantem sobriedade aos ambientes. Crédito da foto: Divulgação Tarkett

Há um mito de que pisos claros sujam mais. Se a limpeza for frequente e adequada, não há nenhum problema. Dizem também que um piso vinílico de textura rústica é mais difícil de limpar do que a lisa. Mas segundo o fabricante é exatamente o contrário: a textura rústica é marcante, mas o relevo é mais aberto, o que facilita a entrada do pano para a limpeza.

Já a textura lisa apresenta um relevo menos profundo, no entanto, ele é bem pequeno. Dessa forma, a chance de o piso encardir com o tempo é maior se uma limpeza frequente não for feita.

Leia mais  Refúgio à beira mar, com luxo e sofisticação

A escolha da tonalidade para cada cômodo de uma casa depende da decoração e da própria configuração do ambiente. Atualmente, os designers de interiores costumam usar um piso de tom único para unir os cômodos, juntando quartos, cozinhas, salas e às vezes estendendo até a varanda.

Comentários