Casa e Acabamento

Apartamento une arquitetura brutalista a visual alegre

Plantas e cores básicas nos móveis se juntam ao cimento queimado do piso e teto. Crédito da foto: Luís Gomes / Divulgação

 

Um apartamento de estilo arquitetônico brutalista cedeu espaço para móveis e elementos em cores alegres, que a princípio pode parecer algo destoante. O resultado foi uma combinação inusitada e atemporal, no projeto da arquiteta Pati Cillo. O imóvel, de 64 metros quadrados, foi entregue no estilo brutalista, com predominância de paredes, teto e pisos em cimento queimado. As cores acinzentadas contrastaram com móveis, revestimentos e utensílios em cores vibrantes.

A arquiteta conta que o pedido dos moradores foi claro: “Podia usar e abusar das cores! Porém, preferi evitar apostar em paredes coloridas, deixando as nuances fortes para os móveis e as peças decorativas que permitem uma mudança rápida e sem grande custo.”

Cimento queimado no teto e parede contrastam com móveis e elementos de decoração em cores vibrantes. Crédito da foto: Luís Gomes /  Divulgação

A área social ficou integrada entre sala de estar, jantar e cozinha, privilegiando o convívio entre a família e os amigos, uma das prioridades do projeto. A cor marcou presença no sofá mostarda (Breton) e na luminária de chão (Bertolucci), tonalidade escolhida para os itens que aquecem o ambiente e fazem um contraponto ao teto de cimento queimado. “Os moradores não queriam rebaixamento de gesso, por isso, optamos fazer toda a iluminação com trilhos e manter o acabamento original do edifício”, diz Pati Cillo.

Leia mais  Decoração prática e rápida para imóveis alugados

Na parede da sala de estar, o revestimento cimentício (Castellato) escolhido traz um acabamento com relevo em 3D com formato geométrico. Em frente à porta de entrada, a sala de jantar merecia atenção especial e recebeu elementos marcantes como a mesa e o banco de madeira natural e o aparador em amarelo. Destaque também para as cadeiras Bertoia, em preto, e o cacto ao lado do móvel colorido.

Iluminação foi feita com trilhos e spots, sem necessidade de sancas em gesso. Crédito da foto: Luís Gomes / Divulgação

“A ideia nesta parede de destaque foi criar um grande painel com quadros trazidos de viagens por todo o mundo. Cada peça é única, com molduras e estilos completamente diferentes”, descreve a arquiteta.

A parede de ladrilho hidráulico (Ladrilar) roubou a cena na cozinha do tipo corredor. O preto como destaque ganhou como contraponto “o frontão supercolorido e os móveis aéreos amadeirados”.

Quarto do bebê ganhou base neutra com o tema Star Wars. Crédito da foto: Luís Gomes /  Divulgação

Para o quarto do bebê, a temática escolhida foi a série de filmes Star Wars. Porém, para a decoração acompanhar as fases de crescimento da criança, a ideia foi investir em uma base bem neutra, com madeira, preto e branco, combinação que nunca fica fora de moda. Os elementos decorativos, como quadros e almofadas, podem ser trocados com facilidade para renovar o visual.

Comentários