Sorocaba e Região

Votorantim iniciará mutirão de cirurgias

O objetivo é atender uma demanda reprimida do município, ocasionada pela pandemia
Votorantim iniciará mutirão de cirurgias
UPA Materno Infantil será desativada para receber leitos clínicos cirúrgicos. Crédito da foto: Prefeitura de Votorantim

A Prefeitura de Votorantim, por meio da Secretaria de Saúde, pretende iniciar em março um mutirão de cirurgias eletivas. O objetivo é atender uma demanda reprimida do município, ocasionada pela pandemia do novo coronavírus, de aproximadamente 400 pacientes à espera de uma intervenção cirúrgica.

A Secretaria de Saúde realizará essas cirurgias no Hospital Municipal Dr. Lauro Roberto Fogaça, situado na região central de Votorantim. Para isso, a Unidade de Pronto Atendimento Materno Infantil – anexada ao hospital – deixará de atender temporariamente crianças e jovens de 0 a 13 anos de idade.

A estrutura, atualmente pertencente à UPA Materno Infantil, será usada pelo hospital municipal para a instalação de 11 leitos clínicos cirúrgicos. O espaço vai receber pacientes pré e pós-cirúrgicos.

Segundo a Secretaria de Saúde, o novo espaço do hospital municipal não precisará de adequações e nem da aquisição de equipamentos. O trabalho será desenvolvido por médicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem da própria instituição de saúde.

Já o atendimento às crianças será direcionado à UPA do Parque Jataí. Uma ala será destinada especialmente aos pacientes de até 13 anos de idade.

Leia mais  Procuradoria Regional abre seleção para estagiários de direito

Antes da criação do Materno Infantil, a UPA do Jardim Jataí já fazia o atendimento às crianças. Segundo a Secretaria de Saúde, a unidade tem estrutura para receber a demanda de pacientes.

O objetivo da Secretaria de Saúde é, após a pandemia do novo coronavírus, transformar o espaço do então Materno Infantil em UPA Central. A ideia é reformular as redes de emergência e urgência para atender de forma eficiente e com qualidade toda a população de Votorantim.

Essa reformulação poderá começar após a queda de casos e internações por coronavírus no município. Consequentemente, os leitos Covid-19 serão desativados e darão lugar aos leitos clínicos, com autorização da Secretaria Estadual de Saúde e baseado no Plano São Paulo. (Da Redação, com informações da Secom Votorantim)

Comentários