Sorocaba e Região

Visitas técnicas em Itapetininga orientam sobre a produção de maracujá

O maracujazeiro pode ser cultivado na maioria das regiões tropicais e subtropicais
Produtores rurais receberam orientações. Crédito da foto: Divulgação

Equipes da Prefeitura de Itapetininga visitaram, na semana passada, propriedades rurais para acompanhar a produção de maracujá. As visitas técnicas são importantes para que o produtor rural tenha melhor resultado durante a produção no campo. Durante os encontros, foram coletadas amostra de solo da área que será implantada a cultura e os produtores rurais receberam orientações.

De acordo com a Embrapa, o maracujá é uma planta de clima tropical com ampla distribuição geográfica. A cultura do maracujá está em franca expansão tanto para a produção de frutas para consumo “in natura” quanto para a produção de suco. O Brasil é o primeiro produtor mundial de maracujá.

O maracujazeiro pode ser cultivado na maioria das regiões tropicais e subtropicais. Os solos mais indicados são os arenosos ou levemente argilosos, profundos e bem drenados.

Leia mais  Bica do Icatu ficará interditada até julho

 

O solo deve ser profundo, arenoso ou levemente arenoso e bem drenado, pois o encharcamento favorece a ocorrência de doenças do sistema radicular. Após a escolha da área, devem ser feitas amostragens do solo para análise química.

A adubação orgânica é uma prática importante para manter o solo produtivo. Vale lembrar que o sucesso da adubação depende tanto da quantidade adequada aplicada, quanto da época e localização do corretivo e dos fertilizantes. (Com informações da Prefeitura de Itapetininga)

Comentários