Sorocaba e Região

Vigilância Sanitária interdita indústria de fabricação de suplementos alimentares

Local não tem licença de funcionamento e mantinha produtos e matéria-prima com prazo de validade vencido
Vigilância Sanitária identificou grande quantidade de matéria-prima vencida. Crédito da Foto: Divulgação
Vigilância Sanitária identificou grande quantidade de matéria-prima vencida. Crédito da Foto: Divulgação

A Vigilância Sanitária de Sorocaba (Visa), ligada à Secretaria da Saúde (SES), interditou nesta sexta-feira (15) uma indústria de fabricação de suplementos alimentares sediada na zona oeste de Sorocaba. O nome da empresa não foi divulgado pela fiscalização. No local havia produtos vencidos e sem procedência.

A Visa identificou grande quantidade de matéria-prima vencida. Ela seria utilizada na produção de chás de ervas como unha de gato, maracujá, capim santo, camomila, sene, hibisco, entre outros. Cápsulas com irregularidades, como cartilagem de tubarão, maca peruana, ômega 3, spirulina, farinha de berinjela, guaraná, óleo de coco e cartamo, também foram apreendidas.

Leia mais  Vigilância Sanitária interdita clínica de reabilitação no Éden, em Sorocaba

 

Os produtos vencidos eram fracionados e encapsulados, embalados e distribuídos no comércio, com marca própria e de terceiros, oferecendo risco à saúde pública.

O estabelecimento permanecerá interditado até que todas as irregularidades sejam sanadas. O local não tem licença de funcionamento expedida pela Vigilância Sanitária.

Denúncias podem ser feitas pela Central de Atendimento pelo telefone 156 ou pelo portal da Prefeitura de Sorocaba: http://www.sorocaba.sp.gov.br/atendimento/. O telefone da Visa é o (15) 3229.7300. (Da Redação, com informações da Secom Sorocaba)

Comentários