Sorocaba e Região

Viajar de carro entre Sorocaba e São Paulo está mais caro

Pedágio nas principais rodovias do estado de São Paulo tem reajuste de 4,66%
Pedágios estão mais caros nas rodovias do Estado de São Paulo. Crédito da foto: Marcos Santos/Jornal da USP (1/4/2015)

A tarifa de pedágio está mais cara nas rodovias estaduais de São Paulo. A viagem de Sorocaba a São Paulo pelas rodovias José Ermírio de Moraes e Castelo Branco, somando-se os percursos de ida e volta, passou dos atuais R$ 33,60 para R$ 36,20 — um acréscimo de 7,75%, maior que a média no Estado.

Segundo a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), o valor-base do reajuste é de 4,66%, correspondente à reposição da inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) entre junho de 2018 e maio deste ano. O reajuste é aplicado anualmente.

O pedágio da rodovia José Ermírio de Moraes, conhecida como Castelinho, em Sorocaba, passou de R$ 6,40 para 6,80. O valor no quilômetro 74 da Castelo Branco, em Itu, é de R$ 11,80. Antes, o motorista pagava R$ 11,40.

No quilômetro 111 da Raposo Tavares, em Araçoiaba da Serra, o atual valor é de R$ 4. Já no km 79 da mesma rodovia, em Alumínio, o motorista vai desembolsar R$ 9,40.

Os novos valores foram publicados no Diário Oficial. Esse reajuste vale para estradas das três primeiras etapas do Programa de Concessões Rodoviárias. Entre as principais vias estão a Castelo Branco, Anhanguera, Bandeirantes e o Sistema Anchieta-Imigrantes. Por causa do arredondamento da fração de centavos, algumas praças vão subir mais do que o IPCA e outras ficarão abaixo, segundo a Artesp.

Em valores absolutos, os maiores pedágios cobrados chegam a R$ 27,40 com o reajuste. O preço será praticado na rodovia dos Imigrante (Piratininga) e na Anchieta (Rio Grande). Anteriormente, eram R$ 26,20. (Da Redação e do Estadão Conteúdo)

Comentários