Informação Livre Sorocaba e Região

Vereador propõe CPI para investigar compra de livros

Parlamentar conseguiu as assinaturas necessárias para o documento, que deverá ser aprovado ainda esta semana
Crédito da foto: Fernando Rezende (19/1/2021)

O vereador Vinícius Aith (PRTB) protocolou nesta terça-feira (16) no Legislativo sorocabano um requerimento para a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI).

A finalidade de investigar a compra de livros paradidáticos, sem licitação, pela antiga administração municipal, num custo de mais de R$ 29 milhões.

Aith conseguiu as assinaturas necessárias para o documento, que deverá ser aprovado ainda esta semana, quando a comissão poderá ser composta e então traçar um plano de ação para as reuniões, oitivas de funcionários e, inclusive de pessoas que estavam na Prefeitura na época da compra dos livros.

O caso foi amplamente divulgado em janeiro deste ano. Houve suspeita de que o conteúdo seria inadequado para a faixa etária para qual ele se destinava. O material estava na Arena Multiúso e foi removido para um local “secreto”.

O caso é investigado pela Corregedoria-Geral do Município. A administração anterior sempre negou irregularidades na ação.

Leia mais  GCM de Sorocaba recebe 79 novas pistolas Glock G25

CEI em Votorantim

Na Câmara de Votorantim, o vereador Ita (Cidadania) protocolou o pedido de abertura de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) com o objetivo de apurar as denúncias de irregularidades na vacinação de Guardas Municipais (GCM) contra a Covid-19.

Assinaram o documento, além de Ita, mais três vereadores: Pastor Lilo (Democratas), Luciano Silva (Democratas) e Rogério Lima (Progressistas). O presidente da Câmara, vereador Zelão (PT), recebeu o ofício e afirmou que irá dar andamento à solicitação para que todos os esclarecimentos sejam feitos à população.

Descendo as barrancas…

O secretário de Meio Ambiente de Sorocaba, Antonio Prieto Neto, foi até o bairro Campolim ontem para verificar a situação de possível contaminação em um lago do local, que, a propósito tem sido recorrente.

Ele havia saído de uma reunião quando ficou sabendo e chegou ao ponto denunciado até mesmo antes que a equipe técnica da Sema chegasse. Para verificar o que poderia ter provocado as manchas, Neto desceu pelo barranco e pulou em um “banco de areia” na beirada do lago para ficar mais perto da água.

Leia mais  Jardim Botânico de Sorocaba terá curso gratuito de jardinagem

Ele também se enfiou no meio das pedras para chegar a uma tubulação escondida no barranco. Quem presenciou a situação afirma que, mesmo com receio de cair e com sapato social, o titular da Sema demonstrou certa habilidade nas manobras.

Mais três meses

A Divisão de Administração de Convênios da Secretaria de Saúde de Sorocaba publicou ontem o extrato de termo de prorrogação de contrato de gestão celebrado entre a Prefeitura e o Instituto Diretrizes. O contrato tem como objeto o gerenciamento, a operacionalização das ações e execução de serviços de saúde na Unidade Pré-Hospitalar da zona leste. O prazo é de três meses, a partir de janeiro deste ano. O valor é de R$ 6.954.183,72.

Prestação de contas

As Prefeituras paulistas fiscalizadas pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) têm até o dia 31 de março para encaminhar a prestação de contas referente ao ano fiscal de 2020. A data-limite para remessa anual do balanço está prevista em lei e também está disposta no calendário de obrigações da Corte para o exercício de 2021.

Comentários