fbpx
Sorocaba e Região

Vaquinha é feita para pagar cirurgia oftalmológica de mulher

Ela precisou fazer a 11ª cirurgia e o 4º transplante de córnea com urgência, mas não tem condições de pagar
Vaquinha é feita para pagar cirurgia
Amigos de Carla tiveram a iniciativa para custear a cirurgia. Crédito da foto: Divulgação

Cega do olho esquerdo e vendo apenas um ponto de luz no direito, o que a faz conseguir enxergar vultos, Carla Mariano, 39 anos, moradora de Araçoiaba da Serra, acumula um histórico de cirurgias e transplantes desde pequena, na tentativa de conservar o pouco de visão que tem no olho direito, cerca de 30% apenas. Agora, ela precisou fazer a 11ª cirurgia e o 4º transplante de córnea com urgência, mas não tem condições de pagar.

O procedimento, que era para o dia 26, foi adiantado para esta terça-feira (10) pela gravidade da situação. Amigos iniciaram, então, uma vaquinha e pedem ajuda, pois ela não tem condições de arcar com os custos e os cheques deixados no hospital estão programados com data para cair. Ela precisa de R$ 15 mil.

Leia mais  Conselho de oftalmologia: maioria dos casos de cegueira é reversível

 

Carla tem glaucoma congênito. Trata-se de uma doença ocular rara, herdada da mãe durante a gravidez. O glaucoma causa alteração do nervo óptico, levando a um dano irreversível das fibras nervosas e, consequentemente, perda de campo visual. Essa lesão pode ser causada por um aumento da pressão ocular ou uma alteração do fluxo sanguíneo na cabeça do nervo óptico.

Irmã de Carla, Renata afirma que desde que se conhece por gente, seus pais, principalmente a mãe, leva Carla a oftalmologistas. “Onde minha mãe via chances de melhorar a visão, levava ela. Nunca mediu esforços, foram muitas cirurgias, transplantes rejeitados porque o organismo da Carla reagia.”

Renata conta que há uns 10 anos, o olho direito de Carla começou a ter complicações. “O nervo está atrofiando e cada vez mais está perdendo a visão, que já era pouca. E o maior medo dela é perder essa pequena luz que tem.”

Em meio a tantas consultas, as economias da família acabaram. “Na última consulta, a Carla descobriu que precisava refazer uma cirurgia, pois o corpo dela encobriu um tubo que foi colocado para estabilizar a pressão do olho”, afirma a irmã.

Interessados em colaborar podem acessar o site Vakinha ou fazer depósito na conta corrente de Renata Mariano, CPF 164.359.358-74. O banco é o Bradesco, agência 3316, conta corrente 174067-9. (Da Redação)

Comentários

CLASSICRUZEIRO