Sorocaba e Região

Uma vitrine da biodiversidade

Observatório da biodiversidade amplia conhecimento da fauna e da flora
Uma vitrine da biodiversidade
Estrutura do Observatório democratiza conhecimento sobre fauna e flora. Crédito da foto: Divulgação / Secom

Para democratizar o conhecimento a respeito da fauna e da flora do município, envolvendo a compilação, sistematização, organização e divulgação de informações sobre a biodiversidade, a Prefeitura, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Sema), lançou na segunda-feira (16), o Observatório da Biodiversidade de Sorocaba. A sede é no Parque Natural Municipal de Corredores da Biodiversidade (PNMCBio) Marco Flávio da Costa Chaves. O local contará com equipamentos e materiais educativos.

De acordo com a Sema, a ideia é ampliar a difusão do conhecimento por meio de visitas ao Parque da Biodiversidade. Também foi criado um site — http:/ /meioambiente. sorocaba.sp.gov.br/ observatoriobiodiversidade — como ferramenta para o fomento da conservação e valorização da biodiversidade local.

Pesquisadores que tenham interesse em disponibilizar suas pesquisas no site devem entrar em contato com a Secretaria do Meio Ambiente pelo e-mail observatoriodabiodiversidade@sorocaba.sp.gov.br. Com a inauguração da sede do Observatório, a ideia é ampliar a difusão do conhecimento por meio de visitas ao Parque, com o Clube Jovens Pesquisadores.

Leia mais  Consumidores reclamam de alta nos preços em supermercados de Sorocaba

O Clube funcionará na sede do Observatório da Biodiversidade e terá como missão estimular o interesse de jovens para atividades de pesquisa científica. A participação será aberta a estudantes do ensino médio e do primeiro ano de faculdades e universidades da cidade e vai funcionar às terças-feiras, das 14h às 16h, no Parque da Biodiversidade.

A programação teria início no dia 24 de março mas foi adiada, sem data definida neste momento, em razão do Covid-19.

Teoria e prática

Durante os encontros, os participantes terão noções básicas sobre metodologia científica e poderão realizar na prática algumas das atividades desenvolvidas por pesquisadores, como as principais técnicas de identificação biológica e nomenclatura científica; utilizar armadilhas fotográficas de captura de imagens de fauna, busca e coleta de vestígios de fauna e uso do guia de campo para identificação desses vestígios, além de uso de binóculos como ferramenta para observação de aves, entre outros.

O objetivo do clube não será seguir o rigor da metodologia científica, mas sim estimular o interesse dos participantes sobre o tema biodiversidade, para que assim, durante o ensino formal, eles possam seguir com pesquisas e levantamentos sobre a biodiversidade do município. Os interessados em participar podem obter mais informações pelo e-mail parquedabio@ sorocaba.sp.gov.br.

Leia mais  Feiras livres funcionam, mas barracas apostam no delivery em Sorocaba

O Parque da Biodiversidade está localizado na avenida Itavuvu, 11.500, próximo ao Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS). (Daniela Jacinto)

Comentários