Covid-19 Sorocaba e Região

Tudo pronto para a volta às aulas a partir desta segunda (1º)

Escolas particulares de Sorocaba se adaptam para o retorno às atividades presenciais
Escolas como o Colégio Politécnico adotaram rígidas medidas de proteção, como o distanciamento. Crédito da foto: Fernando Rezende

Escolas particulares de Sorocaba passaram os últimos dias aguardando o desfecho da judicialização da questão da volta às aulas. Diversas unidades escolares da cidade já iniciaram o ano letivo 2021 e, com a confirmação do retorno presencial dos alunos, várias estão prontas para retomar as atividades de forma híbrida, ou seja, de forma presencial e remotamente, já a partir desta segunda-feira (1º).

No início da noite de quinta-feira (28), as escolas e os pais dos alunos foram surpreendidos por uma decisão judicial, em caráter liminar, em primeira instância, suspendendo o retorno presencial das aulas na rede pública e privada do Estado. A medida atendeu a pedido do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo, em uma ação civil pública.

Os pais, Fernanda e Fabrício, com a filha Maria Fernanda, aluna da 3ª série do Fundamental 1, do Politécnico, aguardam retorno escolar. Crédito da Foto: Divulgação.

Na manhã seguinte (29), o governo estadual recorreu da decisão da juíza Simone Gomes Casoretti, por meio da Procuradoria Geral do Estado (PGE). Durante entrevista coletiva sobre a atualização do Plano São Paulo, o secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, pediu paciência aos pais e já no período da tarde obteve decisão favorável.

Leia mais  Covid-19 aumenta escassez mundial de cilindros de oxigênio, diz ONU

No recurso, a PGE alegou que a liminar gerava “grave lesão à ordem administrativa” e que o “retorno foi pautado em estudos e experiências internacionais, com adoção de diversas medidas de segurança”. Em nota, a Secretaria de Educação do Estado informou que “cerca de 1,7 mil escolas estaduais em 314 municípios retornaram com atividades presenciais no Estado desde setembro de 2020. “‘Não houve nenhum registro de transmissão de Covid dentro dessas escolas até o momento.”

O presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado (Sieesp), Benjamin Ribeiro da Silva, disse que acreditava que a decisão liminar seria derrubada em breve. “Não tenho dúvida que as escolas vão reabrir na segunda (1º)”, afirmou em entrevista à imprensa.

Espera pela retomada

Escolas particulares, pais e alunos aguardam o início do ano letivo. No Colégio Politécnico, o início do ano letivo é  nesta segunda (1º) para suas duas unidades. Tanto no Centro (1) quanto no Alto da Boa Vista (2), todos os espaços foram adaptados para que o distanciamento social seja respeitado.

Sidnei Silva, diretora do Colégio Politécnico. Crédito da foto: Fábio Rogério/ Arquivo JCS (26/06/2019)

Segundo a diretora do Colégio Politécnico, Sidnei Silva, o retorno das aulas, nas duas unidades, será escalonado em um modelo híbrido, com aulas presenciais e à distância. A medida foi planejada com intuito de evitar aglomerações. “Ficará a critério dos alunos e dos pais a decisão de escolher entre as aulas presenciais ou virtuais”, destaca.

Leia mais  Sorocaba deve ganhar um novo local para exame prático de CNH até julho

Pais de dois alunos do Colégio Politécnico (unidade 1), Marcelo e Denise Baddini disseram que os filhos, Beatriz e Theo, estão ansiosos e felizes com a volta às aulas. O pai disse que a filha deve retomar os estudos de forma híbrida, presencial e remotamente, e o filho, em razão do número reduzido de estudantes na sala, será apenas de forma presencial. “A Beatriz está na quinta série e o Theo no primeiro ano, ambos no Ensino Fundamental 1. O Theo não vê a hora de estar com os amigos e retomar as aulas presenciais, faz muita falta para ele. A Beatriz também”, afirma.

A mãe, Denise, disse que a preocupação com a pandemia existe, mas que, com todos os protocolos e cuidados seguidos tanto pelos estudantes quanto pelo colégio, a volta dos alunos para a escola é importante. “O convívio escolar com os amigos e o ensino presencial são fundamentais. Temos certeza que tudo dará certo”, afirma.

Leia mais  Capital abrirá postos de vacinação hoje
Henrique e Edlamar Ramos. Crédito da foto: Divulgação.

Já Edlamar Ramos, mãe de Henrique Ramos, 8 anos, disse que o filho iniciou o ano letivo na terceira série do Ensino Fundamental 1, no colégio Anglo, na segunda (25). “Ele foi todo feliz e sorridente, com máscara, mochila e lancheira para a escola. Teve aula nesta sexta normalmente, mas depois da liminar ficamos aguardando para saber como ficaria. O retorno é importante para as crianças. Meu filho sentia falta dos amigos e da escola”, destaca. (Ana Cláudia Martins)

Comentários