Sorocaba e Região

Teste de hepatite rápido poderá ser feito neste sábado (13) em Sorocaba

O foco dessa ação é oferecer testagem às pessoas que não conseguem comparecer nas UBSs e CTA de segunda a sexta
Os testes serão feitos por equipes do CTA, das 9h às 13h, no Poupatempo, situado na rua Leopoldo Machado, 525, Centro. Crédito da foto: Governo do Estado de São Paulo

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Saúde (SES), inicia a campanha Julho Amarelo, a fim de conscientizar a população sobre a importância da prevenção contra as hepatites virais. Estão programados para este sábado (13) testes rápidos para detectar a doença e que serão feitos por equipes do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), das 9h às 13h, no Poupatempo, situado na rua Leopoldo Machado, 525, Centro.

De acordo com a SES, o foco dessa ação é oferecer testagem às pessoas que não conseguem comparecer nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e CTA em dias normais, de segunda a sexta-feira. Por isso a escolha do sábado. Outro motivo é que o Poupatempo é um local onde circula muita gente e de fácil acesso. Fica ao lado do terminal de ônibus São Paulo. Outra ação está prevista para o dia 27 de julho.

Leia mais  A gravidade das hepatites virais crônicas

 

Os testes rápidos são simples, de acordo com a Secretaria da Saúde. É coletado sangue da ponta do dedo e o resultado fica pronto entre 15 e 20 minutos, servindo para diagnosticar os casos de hepatites B e C. Os pacientes positivos serão imediatamente agendados para iniciar seus tratamentos no CTA/Same, na rua Manoel Lopes, 220, na Vila Hortência, que atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h.

Conforme a coordenadora do CTA, Helena Solla, o enfoque da campanha neste ano é oferecer o exame da hepatite C para as pessoas que ainda não tinham feito o teste, especialmente aos homens maiores de 40 anos. “A intenção é levar conhecimento à população por meio de informações sobre esse agravo pouco abordado no cotidiano. Somente no Estado de São Paulo, temos mais de 150 mil pessoas com hepatite C crônica que não sabem que têm”, diz Helena.

A doença

A hepatite é a inflamação do fígado. Pode ser causada por vírus ou pelo uso de alguns remédios, álcool e outras drogas, assim como por doenças autoimunes, metabólicas e genéticas. Em alguns casos, são doenças silenciosas que nem sempre apresentam sintomas. No Brasil, mais de 70% (23.070) dos óbitos por hepatites virais são decorrentes da hepatite C, seguido da hepatite B (21,8%). O País registrou 40.198 casos novos de hepatites virais em 2017. O SUS oferece tratamento para todos, independente do grau de lesão do fígado.

Leia mais  CAE do Senado anula patente que impedia genérico para tratar hepatite C

 

Em 2018, Sorocaba registrou 173 novos casos da hepatite B e 38 da C em pessoas que moram na cidade.

A hepatite C tem cura em mais de 90% dos casos quando o tratamento é seguido corretamente. A hepatite B tem tratamento e pode ser controlada, evitando a evolução para cirrose e câncer. Em crianças, a vacina da hepatite B é dada em quatro doses: ao nascer, aos 2 meses, depois aos 4 e 6 meses. Para os adultos que não se vacinaram na infância, são três doses a depender da situação da vacina. É importante que todos que ainda não se vacinaram tomem as três doses da vacina. (Da Redação, com informações da Secom)

Comentários

CLASSICRUZEIRO