fbpx
Sorocaba e Região

Tauste promove mais uma edição do Panetone Solidário

Serão comercializados em torno de 105 mil panetones no período natalino nas lojas da rede
Tauste promove a ação Panetone Solidário
Toda renda com a venda das produtos é doada para entidades. Crédito da foto: Pedro Negrão / Arquivo JCS

A rede Tauste Supermercados promove até o dia 31 de dezembro a 13ª edição do “Panetone Solidário”. Com o lema “Juntos Podemos Mudar uma História”, as vendas do panetone, cuja unidade é vendida por R$ 7,49 nas lojas da rede, começaram no último dia 8.

A ação da rede teve início no Natal de 2007, com o objetivo de viabilizar a implantação de projetos com relevante impacto social em parceria com entidades filantrópicas. A edição deste ano da campanha irá beneficiar quatro entidades: em Sorocaba, o Cefas; em Marília, a Associação Amor de Mãe; em Bauru, a creche e berçário Jardim Nicéia e Parque Jaraguá, e em Jundiaí, a Apae.

Segundo o Tauste Supermercados, serão comercializados em torno de 105 mil panetones no período natalino nas lojas da rede, e os recursos obtidos com as vendas serão transferidos integralmente às instituições e todos os impostos serão pagos pela rede. “Cada centavo recebido pela venda dos panetones será repassado sem nenhum desconto para o projeto da entidade. Seriedade, transparência e amor ao próximo, estes são os ingredientes que fazem desta ação um sucesso desde sua implantação”, afirma o coordenador do Tauste Ação Social, Guilherme Cunha.

Leia mais  Vocal Santa Cecília segue com apresentações de temas natalinos

Cunha acredita que todas as unidades do panetone sejam vendidas nas lojas da rede antes da data de término da campanha. “É um produto delicioso e com sabor de solidariedade”, diz o coordenador.

Entidades

O Cefas há 28 anos atende mais de 100 crianças e adolescentes, de 6 a 14 anos, em risco de vulnerabilidade social, em Sorocaba e Votorantim.

A Associação Amor de Mãe, em Marília, atua em prol do desenvolvimento social, intelectual, cultural e emocional de crianças e adolescentes, de 6 a 15 anos, também em situação de risco e vulnerabilidade social.

A creche e berçário Jardim Nicéia e Parque Jaraguá, em Bauru, atende mais de 245 crianças, de 4 meses a 5 anos e 9 meses. E a Apae de Jundiaí atende em média 1, 6 mil pessoas por mês, nos diversos programas, desde o recém-nascido até o idoso. (Ana Cláudia Martins)

Comentários