Sorocaba e Região

Tapumes são retirados de obras para BRT

Prefeitura diz que a etapa atual é de adequação para desvio de tráfego na avenida Itavuvu
Tapumes são retirados de obras para BRT
Área da futura estação Lauro Sanches, na Itavuvu, mas a ciclovia não foi refeita. Crédito da foto: Emidio Marques

Os tapumes que protegiam as obras do BRT em duas futuras estações, a Pitico e a Lauro Sanches, na avenida Itavuvu, foram retirados nos últimos dias. Os pontos são os dois primeiros para quem trafega sentido bairro. De acordo com a Secretaria de Mobilidade e Acessibilidade, foram concluídos os serviços — executados por meio do Consórcio BRT — em tubulações que estavam enterradas sob as sarjetas no limite dos tapumes. O Cruzeiro do Sul questionou a pasta sobre a atual etapa das obras na via e, segundo o informado, trata-se da fase de “adequação geométrica para permitir o desvio de tráfego”.

Leia mais  Intervenções do BRT interrompem abastecimento de água na zona norte

 

A reportagem percorreu a Itavuvu nesta sexta-feira (12) pela manhã e observou a ausência dos tapumes. Em janeiro deste ano, o jornal publicou texto em que a Prefeitura não havia estabelecido um prazo específico para a conclusão dos trabalhos. O município alegou, à época, que a implantação duraria um total de 18 meses. Já que o início das obras foi em 21 de setembro de 2018, a previsão é de que sejam finalizadas em 2020.

Levando em conta a avenida Itavuvu até a altura do número 2.887, apenas a estação Vila Carol ainda conta com tapumes para proteção. No espaço da estação Maria Eugênia, um trecho de ciclovia continua quebrado, sem reparos. As ciclovias danificadas serão recuperadas, segundo a Prefeitura. “A previsão para a avenida Itavuvu é o início do ano que vem. Eventualmente, dependendo da segurança e convivência com o fluxo da obra, alguns trechos de ciclovia poderão ser liberados antes.”

O BRT

Tapumes são retirados de obras para BRT
No Campolim, ponto com cobertura. Prefeitura afirma que os do BRT serão assim. Crédito da foto: Fábio Rogério

A sigla BRT é a abreviação do termo em inglês Bus Rapid Transit, que significa justamente ônibus de trânsito rápido. O sistema BRT vai operar com 125 ônibus novos, sendo 41 articulados com capacidade para 141 passageiros; 11 padrons especiais, com capacidade para 96 passageiros; e 73 padrons, com capacidade para 82 passageiros.

Com investimento total de R$ 384 milhões, BRT Sorocaba, consórcio formado pelas empresas CS Brasil e MobiBrasil, será o responsável pelas obras do projeto que incluem 68 quilômetros de vias, três terminais integrados, quatro estações de integração e uma garagem, além de três corredores: avenidas Itavuvu, Ipanema e Armando Pannunzio, além de faixas exclusivas em outras vias.

Novo ponto de ônibus é instalado no Campolim

Paralelamente às obras na zona norte, o Consórcio BRT também iniciou trabalhos no chamado Corredor Sul, de quatro quilômetros de extensão. O primeiro dos 25 abrigos que serão construídos, aliás, já está pronto, na avenida Antonio Carlos Comitre, altura do número 400.

“Entre suas características destacam-se o layout mais moderno, iluminação em LED, tomadas USB, assentos cobertos e piso da plataforma de embarque mais alto para facilitar o acesso ao ônibus durante o embarque e desembarque”, informou a Secretaria de Comunicação e Eventos (Secom) da Prefeitura. “Outro diferencial do abrigo, que é modelo para todos os demais que serão entregues nos próximos 60 dias, é o piso podotátil. Trata-se de uma superfície em alto-relevo que auxilia a locomoção de pessoas com limitações visuais. Em formato de esfera, indica atenção para o usuário; já a sinalização em faixas adverte a direção que ele deve seguir. O projeto BRT Sorocaba favorece a inclusão social e mais acessibilidade para todos na cidade”, acrescentou.

Conforme o Consórcio BRT, o Corredor Sul funcionará desde a avenida Comendador Pereira Inácio (nas imediações da rodoviária de Sorocaba, no Centro) até o limite entre Sorocaba e Votorantim (próximo ao shopping Iguatemi Esplanada, na região do Campolim). (Da Redação)

Comentários