fbpx
Sorocaba e Região

STU e Consor apresentam nova proposta salarial aos trabalhadores

Nova proposta será votada em duas assembleias dos trabalhadores nesta sexta-feira (31)
Os motoristas de ônibus estão em estado de greve. Crédito da foto: Erick Pinheiro / Arquivo JCS (26/2/2018)

As empresas de ônibus do transporte coletivo de Sorocaba, Consor e STU, melhoraram a proposta de aumento salarial para os trabalhadores e com isso o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região convocou novas assembleias para esta sexta-feira (31), às 10h e às 18h, na sede da entidade, que fica na rua Capitão Augusto Franco, 159. No entanto, o sindicato não informou qual é a nova proposta apresentada pelas empresas e disse que a mesma será avaliada pela categoria nas duas assembleias com os trabalhadores, que irão decidir se aceitam ou não.

Os motoristas, agentes de bordo e trabalhadores em funções internas de apoio nas empresas do transporte urbano estavam em estado de greve desde quarta-feira (29), após rejeitarem a proposta patronal inicial de reajuste de 5,07% nos salários e congelamento nos valores do tíquete-refeição e da participação nos lucros e resultados (PLR). A decisão foi tomada em duas assembleias que ocorreram na quarta, sendo uma às 10h e a outra às 18h, na sede do sindicato. Segundo a categoria, uma possível paralisação só iria ocorrer após o prazo de 72 horas da notificação, conforme determina a lei de greve em serviços essenciais.

O sindicato afirma que com a aprovação do estado de greve, a entidade protocolou a notificação nas empresas Consor e STU, e também na Urbes, empresa pública que faz a gestão do transporte coletivo da cidade, ontem. Mas a Urbes, no entanto, disse que até às 14h desta quinta, não havia sido notificada. “Prosseguem as negociações com as empresas. A Urbes tem a expectativa que não haja paralisação, que o acordo ocorra entre sindicato e empresas”, diz nota. O Cruzeiro do Sul também entrou em contato com a Consor e a STU, mas não conseguiu retorno.

Leia mais  Passageira sofre infarto dentro de ônibus em Sorocaba e é socorrida no terminal

 

Caso a paralisação seja deflagrada os passageiros serão prejudicados, já que o serviço de transporte coletivo convencional em Sorocaba opera com 107 linhas que, ao longo do ano passado, somaram cerca de 51 milhões de embarques. De acordo com a Urbes, circulam diariamente nos terminais cerca de 120 mil passageiros, sendo 80 mil no Terminal Santo Antônio e 40 mil no Terminal São Paulo.

A categoria está em campanha salarial, já que a data-base é 1º de maio e a pauta de reivindicações foi entregue no início de março às empresas operadoras do transporte urbano. O sindicato afirma que está aberto ao diálogo com as empresas.

Reivindicações

Os trabalhadores em transportes reivindicam na campanha salarial deste ano a reposição da inflação do período de 1º de maio de 2018 a 30 de abril de 2019 mais aumento real de 3% nos salários, manutenção de todos os direitos conquistados em campanhas salariais passadas e reajuste nas cláusulas econômicas como tíquete-refeição e participação nos lucros e resultados (PLR). No sistema de transporte urbano de Sorocaba trabalham quase dois mil trabalhadores.

A inflação medida pelo IBGE, com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), está em 1,51% no ano e no acumulado de 12 meses está em 4,58%. (Ana Cláudia Martins)

Comentários

CLASSICRUZEIRO