fbpx
Sorocaba e Região

Sorocaba soma 846 casos de dengue, o que representa alta de 10%

Boletim aponta ainda duas confirmações de infecção por influenza
Sorocaba soma 846 casos de dengue, alta é de 10%
A campanha de vacinação contra a gripe continua em todas as UBSs da cidade. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (4/5/2019)

Em 11 dias, foram registrados 78 novos casos de dengue em Sorocaba. As informações constam do Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria da Saúde (SES) na segunda-feira (10). De acordo com a SES, Sorocaba soma 846 casos de dengue (725 autóctones, 87 importados e 34 indeterminados).

No boletim anterior, divulgado dia 30 de maio, estavam registrados 768 casos confirmados na cidade, perfazendo um crescimento no período de 10%. O documento emitido e elaborado pela Vigilância em Saúde do município traz dados referentes aos casos de arbovirose (dengue, chikungunya, zika e febre amarela) e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por influenza. Na cidade, são dois casos confirmados de SRAG.

O boletim também aponta alta nos casos de chikungunya que passaram de 47 para 56 (49 autóctones, 4 importados e 3 indeterminados) e um caso importado de febre amarela, infectado na cidade de Cajati. Nenhum caso de zika foi registrado.

Não há óbitos na cidade por conta dessas doenças. “Nas nas últimas semanas não foi notada concentração na ocorrência dos casos confirmados de dengue, sendo estes distribuídos em todas as áreas do município. Sorocaba ainda está em momento epidêmico, porém com curva decrescente de casos nas quatro últimas semanas”, diz comunicado publicado ontem pela Prefeitura.

Leia mais  Ministério da Saúde: 135 mil convivem com HIV no país e não sabem

A SES informa que denúncias de criadouros do Aedes aegypti devem ser feitas por meio do canal 156 ou pelo site da Prefeitura de Sorocaba ou ainda em uma das Casas do Cidadão. Também é possível registrar a ocorrência pelo WhatsApp da Ouvidoria-Geral do Município por meio do número (15) 99129-2426, das 8h às 17h.

Gripe e vacinação

Em relação aos casos de influenza, em 2019, apenas dois casos de SRAG foram confirmados. Não houve óbitos. Todos os casos de pacientes internados que apresentem quadro respiratório grave sugestivo de Síndrome Gripal agravada devem ser notificados e coletado amostras para pesquisa do vírus influenza. A campanha de vacinação continua. Desde ontem as 32 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) estão com doses da vacina contra a gripe. As UBSs receberam um reforço com 30 mil doses da vacina e a imunização está disponível para todas as pessoas. (Da Redação)

Comentários