Covid-19 Sorocaba e Região

Sorocaba retorna à fase laranja com flexibilizações do Plano São Paulo

Essa decisão foi baseada no aumento dos índices epidemiológicos da Covid-19
Sorocaba retorna à fase laranja com flexibilizações do Plano São Paulo
10% da população estará na fase laranja do plano. Crédito da foto: Governo do Estado de São Paulo

Atualizada às 14h16

Com aumento nos indicadores epidemiológicos, Sorocaba vai regredir para a fase laranja do Plano São Paulo. A medida passa a valer na segunda-feira (11) e foi anunciada nesta sexta-feira (8) pelo governo do Estado de São Paulo, durante coletiva no Palácio dos Bandeirantes. O governo também anunciou novas regras de funcionamento das atividades nas fases amarela e laranja.

Nesta readequação da fase laranja, todos os estabelecimentos passam a ter permissão de funcionamento. A capacidade máxima passa de 20% para 40% de ocupação para todos os setores. O funcionamento máximo aumenta de 4 para 8 horas diárias, respeitando o limite de atendimento até às 20h. Além disso, bares não terão permissão para atender ao público de maneira presencial.

Essa reclassificação regrediu 3 regiões para a fase laranja, sendo Sorocaba, Registro e Marília, enquanto Presidente Prudente saiu da fase vermelha para a laranja. Outras 13 regiões do Estado permaneceram na fase amarela do plano de contingenciamento ao coronavírus.

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, a decisão foi baseada no aumento dos índices epidemiológicos da Covid-19. O Brasil contabilizou mais de 200 mil mortes nesta quarta-feira (7) e, no Estado, há 63,3% de ocupação dos leitos de UTI, como foi apontado pelo chefe da pasta. Também houve um aumento de 8,2% de internações, 34% de novas mortes e 30% de novos casos, conforme a média diária por semana epidemiológica. Entretanto, ele afirmou que o aumento pode ter relação com os feriados.

Leia mais  Shopping Cidade Sorocaba realiza ação de frete grátis até sábado

Outros ajustes do Plano São Paulo

Os ajustes da fase amarela incluem o funcionamento de todos os setores, limite de 40% de ocupação e funcionamento máximo de até 10 horas diárias, respeitando o limite de fechamento até às 22h. Nessa fase, bares podem atender de forma presencial até às 20h.

Também foram atualizados os critérios de avanço de fase do Plano São Paulo. Antes, para avançar para fase verde, a região precisava limitar a 40 internações e cinco óbitos por 100 mil habitantes  nos últimos 14 dias. Agora, será necessário que a região limite a 30 internações e três mortes por 100 mil habitantes. Já para avançar para a fase laranja, o parâmetro de ocupação de leitos de UTI Covid era de 75% e passa a ser de 70%. (Kally Momesso)

Comentários