Sorocaba e Região

Sorocaba receberá 6 empreendimentos habitacionais

Residenciais serão construídos nas zonas oeste e norte da cidade
Sorocaba receberá 6 empreendimentos habitacionais
O Programa Nossa Casa liberou R$ 21,5 mi para construção de 1.660 unidades habitacionais em Sorocaba. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (6/11/2017)

O secretário estadual da Habitação, Flavio Amary, informou que Sorocaba irá receber seis novos empreendimentos habitacionais, que serão construídos nas zonas oeste e norte da cidade. A ação é parte do Programa Nossa Casa, da Secretaria de Estado da Habitação, que liberou R$ 21,5 milhões para fomentar a construção de 1.660 unidades habitacionais em Sorocaba.

Conforme o secretário, os recursos serão disponibilizados por meio de cheque moradia para que famílias de baixa renda possam ter acesso à aquisição da casa própria. “O cheque moradia é um subsídio concedido pelo governo do Estado, por meio da Casa Paulista, para as famílias efetivarem a compra do imóvel, junto às construtoras”, comentou. Flavio disse ainda que não haverá sorteio e que as famílias interessadas não precisam fazer parte de nenhum cadastro habitacional.

Leia mais  Reabertura do comércio será gradual e setorizada nas cidades do interior

Ainda segundo ele, o benefício do cheque moradia poderá ser acumulado com os subsídios que são fornecidos pelo programa do governo federal, Minha Casa Minha Vida. O titular da pasta afirma que os empreendimentos estão em estágios diferentes, alguns em fase inicial, e que, por conta disso, ainda não é possível prever datas de lançamentos.

Sorocaba receberá 6 empreendimentos habitacionais
O secretário estadual da Habitação, Flavio Amary. Crédito da foto: Erick Pinheiro / Arquivo JCS (17/6/2019)

De acordo com a Secretaria da Habitação do Estado, o subsídio será usado para abater o valor final na assinatura do contrato de financiamento habitacional. Esse será concedido pela Caixa e o valor do cheque moradia será de acordo com a renda familiar. O comprador poderá contar ainda com subsídios federais e utilizar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) no financiamento habitacional, quando disponível. Desta forma, o valor das prestações ficará compatível com a capacidade de pagamento das famílias. Antes, o cheque moradia era direcionado somente para funcionários públicos.

No total, a Secretaria da Habitação liberou R$ 200 milhões do programa Nossa Casa para subsidiar famílias, com o cheque moradia, na compra de 15.899 unidades habitacionais que estão sendo disponibilizadas em 24 municípios paulistas. (Ana Cláudia Martins)

Comentários