Sorocaba e Região

Sorocaba recebe mais de 9 mil doses da CoronaVac

Vacinação começa na manhã desta quarta-feira (20), segundo secretário de Saúde

As 9280 doses da vacina Coronavac destinadas a Sorocaba chegaram nesta quarta-feira (19), por volta das 20h30. Escoltado por policiais militares, o material foi recebido pelo prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) e pelo secretário de Saúde de Sorocaba, Vinícius Rodrigues. O material está sendo vigiado pela Guarda Civil Municipal. O trabalho da GCM continuará com a distribuição da vacina nas unidades de saúde da cidade.

A entrega ocorreu na Central de Vacinas, que fica no Jardim Prestes de Barros, zona leste de Sorocaba. Havia a possibilidade de o início da vacinação ser iniciado na quarta-feira (19) mesmo, mas o prefeito Rodrigo Manga desistiu após um telefonema ao secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

“Fico muito feliz. É algo muito esperado pela população. Tenho que parabenizar, em nome do doutor Vinícius, todos os profissionais de saúde. Nós fizemos o decreto em 1º de janeiro e rapidamente eles se mobilizaram para criar o Plano Municipal de Vacinação, onde nós já temos à disposição mais de um milhão de agulhas e 600 mil seringas para fazer a imunização em toda a população, se assim tivesse essas vacinas”, afirma.

Leia mais  Reunião divulga possível fachada da nova Policlínica de Sorocaba

“Nós vamos começar com os profissionais de saúde, mas Sorocaba está preparada com 32 UBSs, sendo que nove delas poderão abrir até as 22h para ajudar a população. Esperamos passar, agora, esse pesadelo que o Brasil e o mundo vive”, conclui.

A vacinação na rede municipal deverá ocorrer já, a partir desta quarta-feira (20), conforme adiantou o titular da Saúde. “Já está montada a logística de distribuição. Os profissionais vão chegar mais cedo para essa distribuição”, diz, De acordo com ele, esse trabalho deverá começar por volta das 7h. O material será enviado para as 32 UBSs de Sorocaba, além da Policlínica e para os hospitais da cidade.

Ele lembrou ainda que, neste momento, apenas os profissionais de saúde serão vacinados. Rodrigues ainda afirmou que como apenas 40% das doses para esse grupo chegou, que seja priorizado os profissionais que atuam na linha de frente da pandemia. (Marcel Scinocca)

Comentários