Sorocaba e Região

Sistema Castello-Raposo começa a apresentar trânsito mais intenso

Nesta segunda, retorno do feriadão, os motoristas devem evitar viajar entre 13h e 22h
Rodovia Castello Branco sentido interior. Crédito da foto: Vinicius Fonseca.

O trânsito de veículos nas ruas principais rodovias que cortam Sorocaba, Raposo Tavares e a Castello Branco, além da Senador José Ermírio de Moraes (Castelinho), começou a ficar mais intenso já no final da manhã desta segunda (2), feriado de Finados.

Segundo estimativa da CCR ViaOeste, que administra as duas rodovias, mais de 500 mil veículos devem passar pelo sistema Castello-Raposo durante todo o feriado prolongado, que começou na sexta (30) e termina nesta segunda.

Na Castelinho, no final desta manhã, o movimento já estava mais intenso tanto no sentido interior quando capital. Na Raposo Tavares a situação também era semelhante. A orientação para os motoristas que ainda vão pegar a estrada no retorno do feriado é evitar os horários de maior fluxo nas rodovias.

Nesta segunda, portanto, os condutores devem evitar viajar entre 13h e 22h. A fica é pegar a estrada entre 0h e 9h e 21h e 0h. A CCR RodoAnel também prevê fluxo intenso no retorno. Porém, a expectativa é de fluxo normal no trecho oeste do Rodoanel.

Pedágio da Castello Branco, sentido capital. Crédito da foto: Vinicius Fonseca.

Durante o feriado, as concessionárias também alertaram os motoristas sobre o risco de contaminação pelo coronavírus por meio dos painéis eletrônicos, que divulgaram mensagens de conscientização com recomendações do protocolo vigente da quarentena.

Leia mais  MP investiga caso de gato que teve patas cortadas com facão

Operação Finados

Desde o início do feriado prolongado, as rodovias paulistas receberam ações operacionais por conta do início da Operação Finados, que vigoraram até ontem, com foco no movimento das estradas.

Além do reforço nas operações do Policiamento Rodoviário Estadual e do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), a Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp) e as concessionárias que administram as rodovias também participaram das ações.

Conforme informou o governo estadual, mais de 21 mil policiais reforçaram o patrulhamento dos 22 mil quilômetros de rodovias. Testes de embriaguez e fiscalizações de limite de velocidade, ultrapassagens e uso de cinto de segurança foram intensificados.

Segundo a Artesp, além de câmeras e sensores de tráfego, também foram usados drones nas operações realizadas nas estradas do Estado. Os balanços finais da Operação Finados nas rodovias paulistas ainda não foi divulgado. (Da Redação)

Comentários