Sorocaba e Região

Shopping Cidade investe em drive-thru e delivery

O Shopping Cidade está à disposição da Secretaria da Saúde para que o espaço possa ser utilizado durante as vacinações
Juliana Ramon, gerente de marketing do Shopping Cidade. Crédito da foto: Fernando Rezende (28/1/2021)

Com a regressão da região de Sorocaba à fase 1 (vermelha) do Plano São Paulo, desde segunda-feira (25), o comércio teve novamente que se readaptar. A lojas do Shopping Cidade, por exemplo, têm optado pelos sistemas de vendas drive-thru e delivery.

Os lojistas também apostam nas vitrines virtuais para atrair a atenção do público. No site do shopping (www.shoppingcidadesorocaba.com.br), é possível consultar a lista de lojas que aderiram ao e-commerce. O cliente pode fazer a compra pela internet e escolher a forma de retirada.

De acordo com a gerente de marketing do empreendimento, Juliana Ramon, mesmo com as ações on-line, executadas pelo Shopping Cidade, as vendas declinaram por conta dos efeitos da pandemia.

“As expectativas dos lojistas para o ano de 2021 eram altas. A chegada da vacina contra a Covid-19 e o novo governo municipal deixaram os colaboradores esperançosos. Quando a região voltou para a fase vermelha, foi como se um balde de água fria caísse sobre a cabeça de todos. Por mais que a gente realize essas ações virtuais com objetivo de estimular as vendas, o prejuízo é certo e, de certa forma, imensurável”, lamenta a gerente.

Juliana diz que o empreendimento apoia todas as iniciativas do Poder Público e segue criteriosamente as medidas que são determinadas pelos decretos.

Leia mais  Sorocaba vacina idosos de 82 anos ou mais nesta segunda-feira (1º)

“Atualmente contamos com tapetes de higienização, mais de 50 pontos de distribuição de álcool em gel, aferimento de temperatura. As portas de entrada são mantidas abertas para que haja ventilação. Além disso, o sistema de refrigeração foi revitalizado para que o sistema de ar condicionado funcione de forma adequada, sem representar riscos para colaboradores e consumidores”, detalha ela, deixando claro que o comércio está preparado para operar mesmo presencialmente, se isso fosse permitido.

Economia e saúde

Segundo a gerência do Shopping Cidade, as demissões diante do atual cenário são inevitáveis. “É claro que os lojistas tentam fazer de tudo para não terem que tomar essa atitude, mas é um momento muito difícil. No shopping já houve mais de 300 demissões desde o início da pandemia. Estamos falando só de números? Acho que não. Estamos falando de famílias, de pessoas que dependem exclusivamente daquele negócio e que não tem outra fonte de renda. Ali está a sua vida, o seu sustento”.

Leia mais  Mutirão de cirurgias em Votorantim muda esquema de atendimentos

Atualmente, mais de 100 lojas estão hospedadas no empreendimento. Esses estabelecimentos geram mais de mil empregos, diretos e indiretos, na cidade.

Desde o início de 2020, quando o vírus começou a se espalhar pelo país, 30 lojas fecharam. Juliana diz que é preciso encontrar equilíbrio entre saúde e economia.

“Queremos que nos enxerguem de maneira diferente. Já tivemos algumas conversas com a Prefeitura de Sorocaba. Atingimos inúmeras pessoas diariamente, o nosso desejo é que sejamos vistos como um ambiente que pode levar informação para as pessoas e que possa ser utilizado pela Secretaria da Saúde”, salienta.

Juliana destaca ainda que, hoje em dia, os shoppings são ambientes familiares. Com isso, poderiam ser utilizados como fonte de orientação para a população.

O Shopping Cidade diz estar à disposição da Secretaria da Saúde de Sorocaba para que o espaço possa ser utilizado durante as vacinações. (Wilma Antunes, programa de estágio – Supervisão: Aldo Fogaça)

Comentários