Sorocaba e Região

Servidores reclamam do Iamspe e pedem melhorias no atendimento local

Servidores públicos que utilizam o convênio com o Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe) reivindicam melhorias nos atendimentos em Sorocaba. Problemas com a cobertura disponível na cidade, especialidades atendidas e quantidade de exames oferecidos são algumas das reclamações.

Em Sorocaba, são mais de 24 mil usuários do convênio e, na região, 106 mil pessoas. De acordo com Geraldo Arruda, presidente da Comissão Consultiva Regional Mista de Sorocaba e Região, os conveniados da região acabam também procurando atendimento no município.

Usuários querem melhorias no atendimento feito em Sorocaba. Crédito da foto: Divulgação

A comissão reúne representantes de diversos segmentos do serviço público estadual, como Saúde, Educação e Sistema Prisional, que utilizam o convênio. Uma página no Facebook, criada pelo grupo, reúne mais de 3 mil pessoas e se tornou um espaço para reclamações e trocas de dicas sobre locais que ainda atendem o convênio e formas de facilitar o acesso aos serviços.

Leia mais  Urbes desiste de ação para manutenção de 70% dos ônibus em Sorocaba

De acordo com Arruda, o atendimento no Hospital Modelo, por exemplo, se restringe a algumas especialidades e os casos de oncologia não seriam atendidos em Sorocaba. “Na verdade, temos um atendimento parcial”, reclama. Quanto aos exames, a comissão acusa a existência de uma “cota” para os atendimento, mas que não é esclarecido pelo convênio qual é a capacidade existente. “Nunca sabemos quanto será disponibilizado. Falta informação”, diz.

Uma ato em prol de melhorias no atendimento do Iamspe será realizado simultaneamente em várias cidades do Estado no dia 18 de junho. Em Sorocaba, a manifestação será às 10h, em frente ao Ceama, que é a sede regional do convênio.

Iamspe

Questionado sobre a existência de cotas e qual é essa capacidade, o Iamspe afirmou, em nota, que o tipo de atendimento é acordado com o prestador, respeitando os valores acertados em contrato. Disse ainda que atendimentos acima do acordado precisam de autorização prévia do Iamspe que o faz conforme sua disponibilidade orçamentária.

De acordo com o instituto, a rede credenciada do Iamspe em Sorocaba passou por readequações em 2018 para atender a demanda local e que casos oncológicos sempre foram encaminhados para São Paulo por se tratar de serviço de alta complexidade.

Leia mais  Sorocaba registra terceira morte por suspeita do coronavírus

O Iamspe informa que, no primeiro trimestre deste ano, foram realizadas cerca de 9 mil consultas e mais de 31 mil exames em Sorocaba. Alega também que a rede Iamspe em Sorocaba oferece mais de 40 serviços médicos e laboratoriais em 15 diferentes especialidades e o Hospital Modelo que atende urgências, emergências, internações e exames, além do Ceama da cidade. O instituto não informou se estão previstas expansões da rede conveniada na cidade. (Priscila Fernandes)

Comentários