Sorocaba e Região

Semana começa com 44% de isolamento em Sorocaba

Simi-SP também mostrou que o percentual de isolamento social no Estado foi de 48% na segunda-feira (11)
Semana começa com 44% de isolamento em Sorocaba
Cidade continua abaixo do índice de distanciamento considerado ideal pelo governo estadual, que é de 50%. Crédito da foto: Fábio Rogério (12/5/2020)

A semana começou com o isolamento social em 44% na cidade de Sorocaba, de acordo com o Sistema de Monitoramento (Simi-SP) do Governo do Estado. Divulgado nesta segunda-feira (12), o índice da segunda-feira (11) repete as médias registradas durante a semana passada na cidade, que variaram entre 42% e 44% nos dias úteis.

Nas cidades da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS) que aparecem na pesquisa, os resultados da segunda-feira foram: 55% em Ibiúna; 46% em Itapetininga; 45% em Itu; 51% em São Roque e 44% em Votorantim.

O Simi-SP também mostrou que o percentual de isolamento social no Estado foi de 48% na segunda-feira (11). A capital paulista registrou 49%.

Leia mais  ‘Com taxa de isolamento em 48% não será possível flexibilização em SP’, diz Doria

 

A central de inteligência analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social. Com isso, é possível apontar em quais regiões a adesão à quarentena é maior e em quais as campanhas de conscientização precisam ser intensificadas, inclusive com apoio das prefeituras.

No momento, há acesso a dados referentes a 104 cidades maiores de 70 mil habitantes. De acordo com o governo estadual, o sistema é atualizado diariamente para incluir informações de municípios.

O sistema é viabilizado por acordo com as operadoras de telefonia para que o Governo de São Paulo possa consultar informações agregadas sobre deslocamento no Estado. As informações são aglutinadas e anonimizadas sem desrespeitar a privacidade de cada usuário. Os dados de georreferenciamento servem para aprimorar as medidas de isolamento social para enfrentamento ao coronavírus.

Doença avança no interior

Durante entrevista coletiva concedida ontem (12), o Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, chamou atenção para o aumento de casos de novo coronavírus e de óbitos em cidades do interior, litoral e Grande São Paulo.

Leia mais  ‘Crise é causada pela pandemia, não pelo isolamento’, diz Meirelles

 

“Demonstramos a alta preocupação, o alerta para o interior do estado de São Paulo. Todas as regiões (estão com casos) em crescimento, em aceleração. Portanto, é fundamental que, nesse momento, a gente possa seguir com as medidas de isolamento social, e também de utilização de máscaras”, afirmou Vinholi.

“Eu queria fortalecer a mensagem do ‘fique em casa’. Salve-se em casa, porque é ali que você fica mais protegido. Os idosos, acima de 60 anos, principalmente, cuidem deles, cuidem deles, para que tenhamos passado por esta epidemia sem uma catástrofe, relacionada principalmente aos nossos entes queridos mais idosos”, reforçou o secretário da Saúde, José Henrique Germann, durante a mesma coletiva. (Da Redação, com informações do Governo do Estado de São Paulo)

Comentários