Buscar no Cruzeiro

Buscar

Salto segue com pontos interditados após chuvas intensas

11 de Fevereiro de 2020 às 15:52

Algumas ruas foram alagadas e precisaram ser interditadas. Crédito da foto: Divulgação / Prefeitura de Salto

Salto, na Região Metropolitana de Sorocaba, segue com pontos interditados nesta terça-feira (11) após as chuvas intensas que atingiram a cidade nos últimos dois dias. Os locais estão sinalizados e a Defesa Civil pede atenção redobrada aos motoristas.

Permanecem com interdição total os seguintes trechos: final da rua Rio Barbosa com a rua Bruxelas; avenida Castro Alves; Ponte dos Pescadores; ponte do rio Jundiaí; avenida Marechal Rondon e Vila da Barra, ambas no acesso ao bairro Estação.

[irp posts="216286" ]

 

A Defesa Civil de Salto permanece em estado de alerta em relação às ocorrências causadas pela chuva. Segundo o órgão, o volume de vazão do rio Tietê está em 1.200 metros cúbicos (m3).

Alagamentos

Na manhã desta terça-feira (11) foram registrados 12 pontos de alagamentos: Henrique Viscardi, 24 de Outubro, Jardim Tropical (Ilha dos Amores) - Complexo da Cachoeira, avenida Castro Alves, Via Lázio - João Jabour, Parque das Lavras, rua Marechal Rondon, Ponte da Chapada – saída Salto x Elias Fausto, Rua Rio Barbosa, Vila da Barra, Rua Bruxelas – no Jardim Elizabeth e na sede da Guarda Civil Municipal.

Os registros de quedas de árvores somam em 8 ocorrências. Crédito da foto: Divulgação / Prefeitura de Salto

Famílias atingidas

Quatro famílias tiveram as casas invadidas pelas águas no João Jabour e na avenida Castro Alves - margem do rio Tietê. Os munícipes foram para casa de parentes; duas famílias com 7 pessoas foram abrigadas no Estádio Municipal e receberam colchões e ajuda humanitária.

Quedas e deslizamento

Os registros de quedas de árvores somam em 8 ocorrências. Houve um deslizamento de terra, na Estrada do Lajeado, queda de muro no Centro de Lazer do Salto de São José e queda de parte do muro de contenção do Córrego do Ajudante, próximo à rodoviária.