Sorocaba e Região

Sala Tablado realiza 13ª Feria de Sevilla na Vila Hortência

O grupo de 30 bailarinas desfilou executando coreografias embaladas por canções sevilhanas
Sala Tablado realiza 13ª Feria de Sevilla na Vila Hortência
As bailarinas da Sala Tablado, vestidas a caráter, desfilaram pela avenida Cel. Nogueira Padilha executando coreografias embaladas por canções sevilhanas. Crédito da foto: Fábio Rogério

Festa da Primavera que ocorre desde meados do século 19 na cidade espanhola de Sevilha, na região da Andaluzia, a Feria de Abril tem sua versão sorocabana, que vai se consolidando como um dos principais eventos culturais do Brasil em homenagem à contribuição trazida pelos imigrantes espanhóis. Em sua 13ª edição, a Feria de Sevilla foi realizada neste sábado (04) na Vila Hortência, bairro conhecido por ser o reduto de descendentes de espanhóis na cidade.

Percorrendo o mesmo trajeto que se repete desde 2008, o grupo de 30 bailarinas da Sala Tablado, vestidas a caráter, desfilou pela avenida Cel. Nogueira Padilha executando coreografias embaladas por canções sevilhanas tocadas em um carro de som. O grupo se concentrou em frente à área de transferência do transporte coletivo e seguiu até a paróquia Bom Jesus dos Aflitos, na rua Péricles Pilar.

Neta de espanhóis e praticante do flamenco há 10 anos, Cristiane Lopes Rodrigues diz que o desfile, que segue o mesmo formato de Sevilha, representa uma emocionante homenagem aos seus antepassados. “Desde pequena sou apaixonada pelo flamenco. É uma emoção muito grande, porque isso tem uma ligação muito forte com os meus avós”, diz.

Idealizadora do evento, a bailarina e coreógrafa Thalma Di Lelli lembra que a Feria de Sevilla começou de maneira modesta, com intuito de divulgar a arte flamenca e manter acesa a tradição espanhola na cidade. “É um evento que foi muito bem acolhido pela comunidade de espanhóis”, complementa.

Já à noite, a festa continuaria no salão da igreja Bom Jesus dos Aflitos, com apresentações de sevilhanas por alunos da escola e venda de comidas típicas com renda revertida em prol da Equipe do Bem, Ordem Franciscana Secular, Associação de Ajuda às Vítimas de Queimaduras (Aviq) e Casa Nossa Senhora das Graças. (Felipe Shikama)

Comentários