Sorocaba e Região

Rua de terra atrapalha rotina dos moradores em Brigadeiro Tobias

A rua José Sarti é cenário de poeira e buracos em dias secos e de lama e alagamentos quando chove
‘Pedaço de mau caminho’
As precárias condições da pista prejudicam a circulação dos moradores. Crédito da foto: Fábio Rogério

A rua José Sarti, no bairro de Brigadeiro Tobias, zona leste de Sorocaba, transformou-se em “pedaço de mau caminho” para moradores que utilizam a via a pé, de ônibus ou de carro para se deslocar entre suas casas e o centro do bairro. De poeira e buracos em dias secos a lama, poças de água e alagamentos em dias de chuva, moradores e motoristas convivem com uma rotina de dificuldades nessa rua há vários anos e solicitam providências.

A área de alagamentos fica na altura do número 1.000 da rua José Sarti. O preparador de máquina Everton William Gama, de 32 anos, disse que as razões da inundação são dois pequenos rios que passam no local. Num deles, a tubulação habitualmente fica entupida e a água da chuva transborda.

‘Pedaço de mau caminho’
Everton William Gama. Crédito da foto: Fábio Rogério

O local também recebe enxurrada procedente de uma parte alta da rua. No caminho até o ponto de alagamento, a força da água abre sequências de buracos num dos lados da via. “Sofre quem passa de carro, sofre mais ainda quem passa a pé”, disse Gama, que passa diariamente na rua para trabalhar de manhã e voltar para casa à tarde.

“Ninguém toma providência, reclamou o serralheiro João de Almeida, de 55 anos. A situação da rua é “‘péssima”, segundo o motorista Alexandre Moia, de 41 anos. O aposentado João Araújo, de 72 anos, que mora em outro bairro de Sorocaba e vai à rua José Sarti porque tem uma chácara na região, também criticou os problemas: “É muito descuido.”

‘Pedaço de mau caminho’
João de Almeida. Crédito da foto: Fábio Rogério

No local de alagamentos há o ponto final do ônibus da linha Brigadeiro Tobias / Estrada Santa Maria. Segundo Gama, nos dias de forte chuva o ônibus não chega até esse local, limitando-se ao trecho inicial de asfalto da rua próximo ao centro de Brigadeiro Tobias. Também disse que nesses dias, quando o alagamento impede a passagem de veículos, moradores são obrigados a fazer longos contornos pelo bairro Inhaíba ou pela estrada dos Morros. Nessas horas, o problema adicional é que a antiga estrada dos Morros também fica em condições difíceis de passagem.

Via está no cronograma da Prefeitura para manutenção

‘Pedaço de mau caminho’
Os buracos surgiram por causa dos alagamentos. Crédito da foto: Fábio Rogério

A Prefeitura informou que nas ruas de terra de Brigadeiro Tobias, a Secretaria de Conservação, Serviços Públicos e Obras (Serpo) realiza a manutenção com o serviço de patrolamento (nivelação e limpeza) de forma permanente. O último foi realizado há 15 dias. A rua José Sarti está no cronograma de atendimento da Serpo para manutenção com o objetivo de deixar a via com trafegabilidade para os moradores. Com relação aos alagamentos, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) informa que há um tempo atrás houve o entupimento da tubulação que passa sob a rua e foi instalada nova tubulação no local para evitar alagamentos em períodos de chuvas.

‘Pedaço de mau caminho’
Motoristas de carros e de ônibus também reclamam dos desafios encontrados na via. Crédito da foto: Fábio Rogério

O Saae pede a colaboração dos moradores para que não descartem papéis ou lixo nas ruas ou deixar material de construção, como areia ou pedra, na calçada, pois tudo isso é levado para as bocas de lobo quando chove, obstruindo o sistema de drenagem e ocasionando novos alagamentos. Para implantar nova tubulação com diâmetro maior é necessário estudo e esse trabalho tem que ser feito numa ação conjunta com a Serpo, pois necessitaria de alterações na própria via também, acrescenta a Prefeitura.

Comentários