Informação Livre Sorocaba e Região

Rua Augusto Lippel, na zona sul de Sorocaba, será pavimentada

Todas as obras custeadas pela Construtora Planeta como medida mitigatória atingirão aproximadamente R$ 7 milhões
Rua Augusto Lippel, na zona oeste de Sorocaba, será pavimentada
Crédito da foto: Divulgação / Secom (9/3/2021)

A Construtora Planeta vai pavimentar 665 metros da rua Augusto Lippel, localizada na zona sul de Sorocaba. De acordo com a empresa, o investimento será de cerca de R$ 2,3 milhões e não haverá nenhum custo para o município. É uma medida mitigatória para compensar empreendimentos realizados pela construtora.

A previsão é que as obras comecem em até 90 dias.

O acordo foi anunciado após reunião do prefeito Rodrigo Manga e o presidente da Planeta, Ricardo Guimarães, além do diretor executivo Sandro Souza.

Todas as obras custeadas pela Construtora Planeta como medida mitigatória atingirão aproximadamente R$ 7 milhões em Sorocaba.

Apoio para mais leitos

A Prefeitura de Sorocaba busca o apoio do governo estadual para custear leitos Covid-19, tanto de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), como de enfermaria.

O pedido foi feito diretamente ao vice-governador Rodrigo Garcia (Democratas), nesta terça-feira (9), no Palácio dos Bandeirantes, pelo prefeito Rodrigo Manga (Republicanos).

Sorocaba tem atualmente 109 leitos exclusivos de atendimento Covid-19, sendo 60 de UTI e 49 de enfermaria, com um custo mensal de R$ 4,4 milhões.

Leia mais  Dupla é presa com quase 1,3 mil porções de drogas em Sorocaba

O prefeito explicou que o município está em processo de implantação de mais 43 leitos com respiradores e 52 de enfermaria, todos para Covid-19, com um custo estimado de R$ 7 milhões por mês.

Devido às limitações orçamentárias, a Prefeitura solicitou ao vice-governador a habilitação pelo Estado, por meio de custeio, de ao menos 55 leitos UTI e 28 de enfermaria.

“Mas isso desde que a regulação dos leitos continue sendo feita pelo próprio município de Sorocaba, a fim de atendermos pacientes que são da cidade”, disse o prefeito.

Garcia disse que vai levar o pleito ao secretário estadual da Saúde e que também aguarda a liberação de verba federal, para definir novos investimentos em ações contra a Covid-19 no Estado, inclusive na região de Sorocaba.

Pacote liberal

O vereador Ítalo Moreira (PSC) apresentou dezenas de projetos de leis, dentre eles o “Pacote da Reforma Liberal Sorocabana”, que representa a somatória de 11 proposituras.

Segundo o vereador, o prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) comprometeu-se em encampar seis projetos liberais, objetivamente dar uma maior celeridade e união de forças para fins de aprovação dessas leis que diminuem a burocracia estatal e trazem maior liberdade econômica à cidade.

Leia mais  Vacinação contra a gripe começa nesta segunda-feira e terá três etapas

Os projetos encampados pelo Executivo buscam trazer para a cidade a famosa Lei da Liberdade Econômica (declaração de direitos), Código de Defesa do Empreendedor, Poupatempo do Empreendedor, Bairro Empreendedor, Flexibilização dos Serviços de Zeladoria e até ensino de noções de empreendedorismo aos jovens.

Segundo o vereador “os projetos, com a promessa de apoio do Poder Executivo, ganharão mais força na tramitação, e certamente beneficiarão toda a nossa cidade, principalmente nesse momento de grave crise econômica”.

Aulas presenciais

A Justiça de São Paulo decidiu nesta terça-feira (9), de forma liminar, que professores e funcionários não poderão ser convocados para aulas presenciais em escolas públicas e privadas em regiões que estejam nas fases laranja e vermelha, as mais restritivas, do Plano São Paulo.

Hoje, todas as regiões do Estado estão no nível máximo de alerta. O governo paulista deve entrar com recurso. Em grande parte da Europa, a abertura de colégios foi mantida em fases de lockdown.

Comentários