Buscar no Cruzeiro

Buscar

Rodrigo Manga conclui divulgação de nomes para secretariado

30 de Dezembro de 2020 às 23:00
Vinicius Camargo [email protected]

Prefeito eleito anuncia nomes para secretariado. Crédito da foto: Fábio Rogério (30/12/2020)

O prefeito eleito de Sorocaba, Rodrigo Manga (Republicanos), concluiu, ontem (30), o anúncio dos integrantes do primeiro escalão de seu governo. Ele apresentou os nomes de mais onze secretários e dos novos responsáveis pela Urbes - Trânsito e Transportes, Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS) e Controladoria Geral do Município. A divulgação ocorreu no local onde funcionou o comitê de campanha de Manga, no Centro. Na coletiva de imprensa, ele estava acompanhado do vice-prefeito eleito, Fernando Martins da Costa Neto (PSD), conhecido como Fernando do Clube São Bento, e da esposa, Sirlange Frate Maganhato. O prefeito já havia anunciado os nomes de outros nove responsáveis pelas pastas municipais e da presidente do Fundo Social de Solidariedade (FSS) no dia 14 de dezembro.

Manga disse vai aguardar a conclusão das análises sobre a situação de cada secretaria. Posteriormente, a partir das informações levantadas, avaliará a possibilidade de redução ou agrupamento de secretarias. Caso necessário, encaminhará à Câmara uma proposta de reforma no Executivo. Ele deve finalizar esse processo, afirmou, nos primeiros cem dias de governo.

Confira os nomes anunciados ontem:

Secretaria de Governo

Amália Samyra Silva Toledo, de 29 anos, será a titular da Secretaria de Governo. Ela é graduada em Secretariado. Atuou durante oito anos como assessora parlamentar na Câmara, onde também foi chefe de gabinete.

Mobilidade e Desenvolvimento Estratégico

O delegado de policia André Maximiliano Moron Machado será o secretário de Mobilidade e Desenvolvimento Estratégico. Ele é bacharel em Direito e tem 56 anos.

Cidadania

Clayton Cesar Maciel Lustosa comandará a Cidadania. Ele tem 43 anos, é bacharel em Administração. Foi cabo do Exército; assessor de gabinete de oficial general de brigada do Ministério da Defesa de São Paulo; empresário no ramo de tecnologia e franquias; diretor comercial em empresa privada; e diretor-geral da Secretaria de Relações Institucionais da Prefeitura Municipal de Barueri.

Serviços Públicos e Obras

A pasta de Serviços Públicos e Obras será comandada pelo engenheiro civil Darwin José de Almeida Rosa, de 43 anos. Ele participou de importantes projetos de engenharia na cidade, como a construção da terceira faixa de rodovia e de avenidas.

Administração

O secretário de Administração será Fausto Bossolo, de 39 anos. Bacharel em Direito, foi chefe de gabinete da Assembleia Legislativa de São Paulo, além de coordenador e superintendente na Companhia Paulista de Obras e Serviços do Governo do Estado de São Paulo. Também passou pela Câmara Municipal de São Paulo, como assessor legislativo e chefe de gabinete.

Fazenda

A Secretaria da Fazenda terá Israel Evangelista Borges de Oliveira, 52 anos, como titular. Ele é graduado em Jornalismo e Gestão Pública e especialista em finanças e contabilidade pública. Atuou como diretor assistente, secretário interino de Finanças e coordenador do Programa de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Diadema. Foi diretor de planejamento e execução orçamentária da Secretaria Municipal de Economia e Finanças de Itu. Trabalhou como assessor da Secretaria dos Negócios da Fazenda de Osasco.

Controladoria Geral do Município

A Controladoria Geral do Município será ocupada por João Alberto Corrêa Maia, 50 anos. Ele é tecnólogo em gestão hospitalar. Tem 20 anos de experiência no desenvolvimento de projetos e gestão na área. Atuou na Coordenadoria de Políticas sobre Drogas da Secretaria de Igualdade e Assistência Social de Sorocaba.

Cultura

Luiz Antônio Zamuner, 55 anos, estará à frente da pasta da Cultura. Ele é dentista. Foi presidente da Fundação Cultural Mantenedora da Orquestra Sinfônica de Sorocaba (Fundec) e do Instituto Municipal de Música de Sorocaba por duas gestões (2016-2019). Ocupou o cargo de diretor técnico da Orquestra Sinfônica e do IMMS (2008 - 2013). É diretor de comunicação da Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas Central e presidente do Conselho Superior da Fundec. Membro do Conselho Consultivo do Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba, do Conselho Superior da Fadi Sorocaba e do Conselho Superior da Fundação Ubaldino do Amaral (FUA). Integra, também, o Conselho Editorial do jornal Cruzeiro do Sul, o Conselho Superior do Hospital Jardim das Acácias, o Conselho Superior do Lar Escola Monteiro Lobato de Sorocaba, onde já foi diretor educacional, o Conselho Superior da Vila dos Velhinhos, onde é também vice-presidente, e o Conselho Superior da Fundação Cruzeiro do Sul.

Urbes - Trânsito e Transporte

O presidente da Urbes será Luiz Carlos Siqueira Franchim, 69 anos. Graduado em Economia e Administração, já presidiu a empresa pública na gestão do ex-prefeito José Crespo (DEM), entre 2017 e 2018. Foi secretário de Mobilidade e Acessibilidade de Sorocaba. Atuou na administração e fiscalização do Sistema de Transporte Urbano de São Paulo.Auxiliou na criação, consolidação e implantação do metrô paulistano. Trabalhou na área administrativa da Agência de Transporte do Estado de São Paulo.

Relações Institucionais e Metropolitanas

Luiz Henrique Galvão, de 32 anos, será o secretário de Relações Institucionais e Metropolitanas. É formado em Tecnologia em Marketing.Trabalhou como supervisor de vendas, nas áreas de marketing e merchandising, desenvolvimento, promoção e

distribuição de produtos.

Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS)

O administrador Nelson Tadeu Cancellara, de 52 anos, presidirá o Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS). Graduado em Administração e técnico em mecânica, trabalhou como gestor administrativo em diversas empresas. Integrou a equipe desenvolvedora do PTS. Foi diretor-executivo, o primeiro presidente da gestora do centro de desenvolvimento tecnológico e presidiu o Conselho Administrativo.

Planejamento

A Secretaria de Planejamento será ocupada por Paulo Henrique Marcelo, 52 anos. Formado em Marketing, atuou por 23 na iniciativa privada. Desde 2017, era chefe de gabinete na Câmara Municipal de Sorocaba.

Esportes e Lazer

A Secretaria de Esportes e Lazer terá à frente Pedro Roberto Pereira de Souza, 63 anos, graduado em Educação Física e pós-graduado em Administração e Marketing. Fez estágio na Universidade do Pacífico, em Stockton, na Califórnia, Estados Unidos. Foi preparador físico do futebol profissional de vários clubes dos estados do Paraná e de São Paulo, além da seleção paranaense de juniores. Também foi preparador físico de times de basquete, como Monte Líbano, Prudentina e Minercal, além das seleções brasileiras masculina e feminina de basquete, nas décadas de 1970 e 1980. Foi dirigente das equipes de basquete Arisco Minercal, Constecca e Leite Moça e do voleibol nos times Leite Moça e Leites Nestlé (1990 a 1996), Atlético Sorocaba (1992 a 1996) e Esporte Clube São Bento (2002 e 2004). Atualmente, é vice-presidente do Conselho Regional de Educação Física do Estado de São Paulo e presidente do Panathlon Internacional - Distrito Brasil. É membro do Conselho Estadual de Esportes, do Conselho Municipal de Esportes e Lazer de Sorocaba, da Comissão Permanente de Avaliação da Escola de Educação Física da Polícia Militar, do Conselho Superior de Esportes e da Cadeia Produtiva do Esporte na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo e delegado da Federação de Internacional de Educação Física Regional de São Paulo.

Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo

À frente da pasta de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo estará Robson Coivo, 44 anos. Ele é técnico em gestão mercadológica. Foi chefe de gabinete na Câmara Municipal e secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo de Sorocaba.

Saae

O advogado Ronald Pereira da Silva, de 47 anos, retornará para o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae). Ele foi diretor técnico do Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo, diretor-geral do Saae no governo Crespo, secretário de Recursos Hídricos da Prefeitura de Sorocaba e assessor técnico parlamentar na Alesp. Atualmente, exerce o cargo de assessor da diretoria de tecnologia, infraestrutura e meio ambiente da Sabesp.

Primeiros nove

Em 14 de dezembro, Manga anunciou os nomes de seu secretariado e da presidente do FSS. Na ocasião, informou que o médico Vinícius Rodrigues será o secretário da Saúde. O advogado Rodrigo Onofre, titular da pasta de Recursos Humanos. Já a pasta de Segurança será ocupada pelo coronel da reserva da Polícia Militar Vitor Maurício Gusmão Lopes. O titular da Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária será o arquiteto e urbanista Tiago da Guia Oliveira. A jornalista Fernanda Burattini vai liderar a secretaria de Comunicação. A Secretaria do Meio Ambiente e Bem-Estar Animal ficará com o médico veterinário Antonio Prieto Neto. Na Secretaria de Assuntos Jurídicos, a titular será a advogada Luciana Mendes da Fonseca. O professor Márcio Bortolli Carrara foi escolhido para a Educação. E o FSS será presidido por Sirlange Maganhato, mulher do prefeito eleito.

Secretariado do novo governo

Governo - Amália Samyra Silva Toledo

Mobilidade e Desenvolvimento Estratégico - André Maximiliano Moron Machado

Cidadania - Clayton Cesar Maciel Lustosa

Serviços Públicos e Obras - Darwin José de Almeida Rosa

Administração - Fausto Bossolo

Fazenda - Israel Evangelista Borges de Oliveira

Controladoria Geral - João Alberto Corrêa Maia

Cultura - Luiz Antônio Zamuner

Urbes - Luiz Carlos Siqueira Franchim

Relações Institucionais e Metropolitanas - Luiz Henrique Galvão

Parque Tecnológico - Nelson Tadeu Cancellara

Esportes e Lazer - Pedro Roberto Pereira de Souza

Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo - Robson Coivo

Saae - Ronald Pereira da Silva

Saúde - Vinícius Rodrigues

Recursos Humanos - Rodrigo Onofre

Segurança - Vitor Maurício Gusmão Lopes

Habitação e Regularização Fundiária - Tiago da Guia Oliveira

Comunicação - Fernanda Burattini

Meio Ambiente e Bem-Estar Animal - Antonio Prieto Neto

Assuntos Jurídicos - Luciana Mendes da Fonseca

Educação - Márcio Bortolli Carrara

Fundo Social de Solidariedade - Sirlange Frate Maganhato

Equipe de transição identifica problemas e propõe soluções

Rodrigo Manga informou, ontem (30), que a análise do atual panorama da Prefeitura de Sorocaba ainda não foi concluída. Conforme o prefeito eleito, a equipe de transição foi montada no dia 3 de dezembro. Ou seja, no início deste mês. Por isso, teve pouco tempo de atuação e, até o momento, não conseguiu finalizar as apurações. Agora, esse trabalho ficará a cargo dos secretários municipais.

Mesmo com o processo em andamento, informou Manga, a equipe pôde identificar irregularidades em algumas ações da administração municipal. De acordo com ele, algumas já foram solucionadas judicialmente, enquanto outras precisam ser resolvidas.

Como exemplo das medidas inadequadas levantadas, o prefeito eleito citou a compra de 684.958 livros de histórias infantis, por R$ 29 milhões. A aquisição, contou, se deu por meio de decreto municipal, no início deste mês. A obtenção das obras, acrescentou, não era prioridade, neste momento. Há outras demandas mais urgentes, como reformas em escolas, aberturas de vagas em creches e instalação de uma unidade de ensino no bairro do Éden, na zona industrial. Também no âmbito educacional, Manga disse ter constatado não haver planejamento adequado para o retorno das aulas na rede municipal em 2021.

Conforme Manga, hoje, há oito escolas sem energia elétrica na cidade, enquanto três mil crianças aguardam na fila para ingressar nos Centro de Educação Infantil (CEIs).

Na saúde, um dos principais problemas está no sucateamento de veículos usados para o transporte de pacientes. Conforme Manga, mais de 50, entre ambulâncias e carros, estão parados, por falta de manutenção. A equipe verificou que o valor destinado para a roçagem em todo o município, durante os doze meses de 2021, é de apenas R$ 500 para o serviço. “A quantia é irrisória”, disse.

Nos 100 primeiros dias de governo, Manga pretende sanar esses e outros pontos, além de começar a colocar em prática as suas propostas de campanha. (Vinícius Camargo)