Buscar no Cruzeiro

Buscar

Retrospectiva 2019: Investimentos fortalecem economia e empregos

31 de Dezembro de 2019 às 00:01

Retrospectiva 2019: Investimentos fortalecem a economia e geram empregos 5 de dezembro - Sorocaba ganha a maior loja da rede de Supermercados Confiança, um dos muitos novos empreendimentos de 2019. Crédito da foto: Manuel Garcia

O ano foi de fortalecimento da economia em Sorocaba, na indústria e no setor de serviços, com investimentos anunciados pela fabricante de escavadeiras JCB e a montadora Toyota, além da abertura do Supermercado Confiança. Por outro lado, um novo capítulo da crise política em Sorocaba explodiu nos primeiros meses, levando à cassação do prefeito José Crespo (DEM). 2019 também ficou marcado pela violência contra a mulher, a falta de água nas torneiras e a decepção com o São Bento nos gramados.

ECONOMIA - O anúncio de R$ 100 milhões em investimentos da fábrica de retroescavadeiras da JCB em Sorocaba, no dia 23 de julho, abriu uma série de boas notícias para o setor econômico de Sorocaba. Ao longo de três anos, 100 novos postos de trabalho devem ser ocupados. Em 19 de setembro, foi a vez da Toyota confirmar a destinação de R$ 1 bilhão para a produção de um novo modelo de veículo na planta local, com expectativa de 300 empregos diretos. Em 5 de dezembro, a rede Confiança Supermercados inaugurou na cidade a sua maior loja, na avenida Armando Pannunzio, com 570 postos de trabalho e investimento de R$ 50 milhões. Vários outros empreendimentos foram decisivos para o município chegar a novembro com 3.140 novos postos de trabalho.

VOLUNTARIADO - A denúncia de que a ex-servidora comissionada Tatiane Polis -- pivô da crise política que levou à cassação do prefeito José Crespo (DEM) em 2017 -- havia voltado a trabalhar na Prefeitura sacudiu o governo municipal em 25 de fevereiro de 2019. A Prefeitura se defendeu dizendo que Tatiane atuava na organização de eventos como voluntária, mas não convenceu a Câmara de Vereadores -- que instituiu uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar supostas irregularidades.

REBAIXADO - Sem vencer nenhum jogo em onze partidas, o São Bento foi rebaixado para a Série A2 do Campeonato Paulista no dia 15 de março, ao perder do Red Bull por 3 a 2, em Campinas. A grande expectativa que pairava sobre nomes como Alecsandro, Renan, Éder Luís e Tiago Luís foi se desfazendo a cada tropeço da equipe no Paulistão e a má fase custou o emprego do técnico Marquinhos Santos na sexta rodada. Silas chegou para tentar evitar o desastre, sem sucesso. A vitória só sorriria ao Azulão na última rodada, contra o Bragantino, no CIC, quando já era tarde.

Retrospectiva 2019: Investimentos fortalecem a economia e geram empregos 15 de março - São Bento é rebaixado à Série A2 Paulista; em 22 de setembro, cai para a Série C do Brasileiro. Crédito da foto: Emidio Marques / Arquivo JCS (8/4/2019)

CASA DE PAPEL - A Polícia Civil deflagrou no dia 8 de abril, em conjunto com o Grupo de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP) e o Tribunal de Contas do Estado (TCE-SP), a Operação Casa de Papel. O objetivo era investigar supostas fraudes nas secretarias de Comunicação e Eventos, Cultura e Fazenda, por intermédio licitações direcionadas para as empresas DGentil, detentora do contrato de publicidade da Prefeitura, e a Selt/Twenty, que locava estruturas para os eventos da Secult. Nesse dia, houve buscas e apreensões no Paço Municipal, nas sedes das secretarias e nas casas de secretários.

Retrospectiva 2019: Investimentos fortalecem a economia e geram empregos 8 de abril - Polícia Civil, Gaeco, Ministério Público e Tribunal de Contas deflagram a Operação Casa de Papel. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (17/8/2019)

COMISSÃO PROCESSANTE - No dia 25 de abril, a Câmara dos Vereadores aprovou a abertura de duas Comissões Processantes, respectivamente, contra o prefeito José Crespo (DEM) e contra a vice-prefeita Jaqueline Coutinho (PTB). O pedido de investigação contra Crespo baseava-se nas informações do relatório parcial da CPI do Voluntariado, enquanto Jaqueline seria investigada por suposto uso de funcionário do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) para fazer serviços particulares no caso que ficou conhecido como “marido de aluguel”.

RAFAELA DE CAMPOS - A estudante Rafaela de Campos, de 19 anos, desapareceu no dia 26 de maio, a caminho da sua casa, em Votorantim, após prestar vestibular em uma faculdade de Sorocaba. Seu corpo foi encontrado no dia seguinte, no rio Sorocaba, próximo à ponte Francisco Dell’Osso. A divulgação de imagens das câmeras de monitoramento fecharam o cerco contra o suspeito, Paulo César Manoel, de 40 anos, preso na Vila Maria, em São Paulo, no dia 30 de maio. Ele foi indiciado por latrocínio (roubo seguido de morte) em 1º de julho pela Polícia.

JAQUELINE ABSOLVIDA - A vice-prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho (PTB), teve o mandato preservado pela Câmara no dia 10 de julho quando sete parlamentares votaram contra o relatório da Comissão Processante que recomendava a sua cassação por suposta infração político-administrativa no caso do “marido de aluguel”. Treze parlamentares votaram a favor do relatório e eram necessários pelo menos 14 votos para que ela fosse cassada.

URUGUAI - Uma viagem do prefeito José Crespo (DEM) a Montevidéu, no Uruguai, durante período de afastamento médico para tratamento de próstata que coincidiu com os momentos mais quentes da Comissão Processante da Câmara, causou polêmica no dia 12 de julho. Crespo havia se afastado do Paço por 14 dias, não comparecendo por duas vezes às oitivas da Comissão Processante. Ele foi ouvido pelos vereadores em sua casa, dez dias depois.

CRESPO CASSADO - A Câmara de Sorocaba cassou o mandato do prefeito José Crespo (DEM) na madrugada de 2 de agosto. A sessão extraordinária começou na véspera e levou cerca de 13 horas. O chefe do Executivo foi acusado de infração político-administrativa no caso do voluntariado na Prefeitura, envolvendo a ex-assessora Tatiane Polis. Crespo precisava de sete votos para se manter no cargo, mas teve o mandato cassado por 16 a 4. Na sequência, Jaqueline Coutinho foi empossada prefeita.

Retrospectiva 2019: Investimentos fortalecem a economia e geram empregos 2 de agosto - Câmara de Vereadores cassa mandato do prefeito José Crespo em sessão que durou 13 horas. Crédito da foto: Emidio Marques / Arquivo JCS (1/8/2019)

TRICAMPEÃO MUNDIAL - No dia 1º de setembro, o Magnus Futsal conquistou pela terceira vez o título da Copa Intercontinental -- considerada o Mundial de Clubes da modalidade. A competição foi sediada em Bangcoc, na Tailândia. Na final, a equipe de Sorocaba venceu o Boca Juniors nos pênaltis por 3 a 1, depois de um empate por 2 a 2 no tempo normal e na prorrogação. O Magnus já havia ganhado a taça em 2016 e 2018 (em 2017, o torneio não foi disputado).

Retrospectiva 2019: Investimentos fortalecem a economia e geram empregos 1º de setembro - A equipe Magnus Futsal conquista pela terceira vez o título da Copa Intercontinental. Crédito da foto: Divulgação / Magnus

CASO ALINE - O desaparecimento da jovem Aline Silva Dantas, no dia 8 de setembro, quando saiu de casa para comprar fraldas para a filha de 1 ano, terminou em tragédia em Alumínio. Seu corpo foi encontrado parcialmente carbonizado três dias depois, durante a tarde de 11 de setembro, em uma área de mata próximo à Vila Pedágio. Quase um mês depois, no dia 2 de outubro, o suspeito de matar e estuprar a garota foi preso e apresentado pela Polícia: o porteiro desempregado Heronildo Martins de Vasconcelos, de 45 anos.

AFUNDAMENTO - Moradores da rua João Batista Machado, no bairro Júlio de Mesquita Filho, em Sorocaba, precisaram deixar suas casas no dia 26 de setembro depois que parte da rua afundou. A situação foi estabilizada no decorrer da semana, com trabalhos do Sistema Autônomo de Água e Esgoto (Saae), Defesa Civil e Secretaria de Conservação, Serviços Públicos e Obras.

RACIONAMENTO DE ÁGUA - Entre os dias 6 de novembro e 1º de dezembro, Sorocaba foi afetada pelo rodízio no fornecimento de água. A estiagem durante todo o mês de outubro fez com que os reservatórios do Sistema Autônomo de Água e Esgoto (Saae) chegassem a níveis críticos: 8% da capacidade nas represas Castelinho e Ferraz; 2% em Ipaneminha e 56% em Itupararanga. A chuva voltou em novembro, representando alívio para os mananciais da região.

Retrospectiva 2019: Investimentos fortalecem a economia e geram empregos 6 de novembro - Começa a operação de racionamento de água que se prolongaria até 1º de dezembro. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (4/11/2019)

REBAIXADO (2) - Depois do rebaixamento no Paulistão, o São Bento trouxe o técnico Doriva para comandar uma reformulação no elenco e disputar o Campeonato Brasileiro da Série B. Com uma campanha irregular no primeiro turno, ele deixou o Azulão no dia 29 de agosto. Milton Mendes, ex-Vasco e Santa Cruz, chegou no dia 2 de setembro e pediu demissão exatamente dois meses depois, em meio ao escândalo causado pela denúncia de assédio sexual feita por uma copeira do hotel em que se hospedava em Sorocaba. No dia 22 de novembro, o São Bento foi rebaixado à Série C do Brasileiro, confirmando a pior fase dos seus 106 anos de história.

GUARITA - Durou onze meses a polêmica de uma guarita construída pela Prefeitura na praça Coronel Fernando Prestes, no Centro de Sorocaba, para uso da Guarda Civil Municipal (GCM). Entregue pelo prefeito José Crespo (DEM) em 16 de janeiro, a edificação defronte à Catedral Metropolitana suscitou questionamentos do Ministério Público por conflitar com o raio envoltório da Catedral mediante os conselhos municipal e estadual de patrimônio histórico (CMDP e Condephaat). Em 28 de novembro, já sob a gestão de Jaqueline Coutinho, a Prefeitura demoliu a guarita.

TRIBUNAIS - Desde a cassação do mandato de prefeito pela Câmara, os advogados de Crespo tentaram sua recondução ao Paço por vias judiciais. Foram cinco derrotas em quatro meses, em primeira e segunda instâncias. Em 3 de dezembro, na primeira decisão referente ao mérito, o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) negou por unanimidade o recurso do prefeito cassado -- cuja defesa, se assim entender, poderá recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF).