Sorocaba e Região

Reservatório de água se rompe no bairro Campininha, em Sorocaba

Trecho da estrada da Campininha foi inundada pela força da água

 

Reservatório de água se rompe no Éden, em Sorocaba
Água da represa está passando por um córrego. Crédito da foto: Fabio Rogério (13/02/2018)

*Atualizada às 14h57

A barragem de água existente em uma propriedade particular no bairro Campininha se rompeu e provocou alagamentos e danos em uma estrada de terra. O incidente ocorreu nesta quarta-feira (13), por volta das 10h30, e mudou a rotina dos moradores da área rural situada na zona norte de Sorocaba.

Um trecho da estrada da Campininha foi inundado pela água. Na região por onde passa o córrego do Itaim, parte do chão sumiu, pois a tubulação instalada embaixo da pista não suportou a vazão.

O buraco formado na pista pelo deslizamento de terra interditou um trecho da estrada da Campininha. Moradores da região não conseguiram atravessar o local e esperaram a água baixar.

Leia mais  Menina que se feriu em incêndio em Boituva está em estado gravíssimo

 

O assistente operacional João Mariano, 41 anos, mora no bairro Campininha e ficou retido na estrada devido ao rompimento da barragem. Segundo ele, esse reservatório de água é o maior da região e foi construído há aproximadamente 50 anos.

O reservatório, segundo Mariano, não era utilizado para abastecimento dos moradores da região. “Era só um lugar bonito, às vezes usado para pescar”, conta.

Outro morador antigo da região, João Leite da Silva, 58, relembra o tamanho do espelho d’água da represa. “Tinha quase 1 quilômetro de comprimento”, diz.

Funcionários da Urbes – Trânsito e Transportes estiveram no local para avaliar a situação da estrada. Duas linhas de ônibus passam pela região: uma de transporte escolar e outra do bairro Campininha.

 

Defesa Civil monitora a área atingida

A Defesa Civil de Sorocaba fez ontem o monitoramento no açude e na região próxima de onde houve vazamento durante a manhã. Até o começo da noite não havia informações sobre o que provocou o incidente, mas, a princípio, não houve registro de vítimas, disse o secretário de Segurança e Defesa Civil, coronel Antonio Valdir, que acompanhou toda a operação.

Durante todo o dia, o prefeito José Crespo (DEM) também foi informado sobre as condições do local, e determinou que equipes da Prefeitura, formadas pela Guarda Civil Municipal e Defesa Civil, permanecessem no local dando apoio e orientando os moradores da região.

Parte da estrada que dá acesso ao bairro teve que ser interditada, já que a força da água acabou provocando o desmoronamento de uma das laterais dificultando o tráfego de veículos, que foi desviado no sentido centro-bairro, para a Estrada dos Carvalhos (Cajuru).

O coordenador da Defesa Civil, Alexandre Lima, informou que além da estrada, apenas um campo de futebol particular que fica próximo ao açude foi tomado pela água, mas não houve registro de pessoas feridas ou qualquer danos aos imóveis da região.

Mesmo assim, equipes da Defesa Civil do município isolaram a área onde fica o açude, fazendo o monitoramento nas propriedades localizadas no entorno. Além disso, a Defesa Civil fez o mapeamento do percurso para saber até onde chegou a vazão da água. (Da Redação, com informações de Secom Sorocaba)

 

Comentários