Sorocaba e Região

Rede municipal volta às aulas no dia 8 de fevereiro

Neste primeiro momento, as equipes escolares seguirão com o modelo de Atividades Não Presenciais
Inicialmente as aulas serão remotas. Retomada gradual do presencial está prevista para 1º de março. Crédito da foto: Fábio Rogério (1/8/2018)

A Prefeitura de Sorocaba definiu ontem (15) a data de início da retomada das aulas presenciais dos mais de 60 mil estudantes da rede municipal de ensino para ano letivo de 2021.

Conforme o calendário letivo, as aulas começam no dia 8 de fevereiro, inicialmente de maneira remota. Neste primeiro momento, as equipes escolares seguirão com o modelo de Atividades Não Presenciais (ANP), mantendo um canal de comunicação individual de cada escola com suas respectivas comunidades.

A retomada das aulas presenciais está prevista para o dia 1º de março. O secretário da Educação, Marcio Carrara, explica que a volta das atividades presenciais dos estudantes será feita de maneira gradual, conciliando com as atividades remotas. “O retorno será feito conforme as orientações estipuladas pelo Plano São Paulo, na fase em que a cidade estiver classificada”, afirmou.

Leia mais  Operação contra pancadões apreende 38 veículos em Sorocaba

Referente aos cuidados sanitários, a Sedu está realizando a compra de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), placas e faixas para sinalizar e preparar as escolas, adequando os espaços para o retorno das aulas.

O secretário salienta que as unidades contam com diferentes situações e demandam tratamentos específicos. “Temos 176 unidades e cada uma conta com algum tipo de particularidade. Temos escolas, por exemplo, com dois portões, o que facilita a questão da entrada por um local e saída pelo outro, porém, temos escolas com apenas uma entrada. Por isso, existe a necessidade de organizar horários diferenciados para evitar que o fluxo de alunos cause aglomeração”, declarou o titular da pasta.

Conforme a determinação do Ministério da Educação (MEC), os estudantes do ensino fundamental precisam cumprir 200 dias e 800 horas de carga horária letiva. “Para que os alunos possam cumprir o calendário letivo estabelecido pelo MEC, o sistema híbrido, com aulas presencias e remota, é fundamental”, pontuou Carrara.

A Secretaria da Educação estuda a viabilização de recursos tecnológicos para auxiliar as escolas e os estudantes. A equipe técnica da pasta já instituiu um comitê que trabalhará no estudo, implementação e acompanhamento dos protocolos de retorno das aulas presenciais. (Da Redação, com informações da Secom Sorocaba)

Comentários