Sorocaba e Região

Rede de neblina e peixes são usados para tentar capturar garça em Sorocaba

Voluntários tentam retirar lacre de plástico do bico da ave, que está em parque no Campolim
Garça continua com o bico preso por um plástico. Crédito da foto: Erick Pinheiro

Duas redes de neblina são a nova arma para tentar capturar uma garça em Sorocaba. A ave está com o bico preso por um anel plástico, usado em garrafa PET, e tem dificuldades em se alimentar.

Um grupo de quatro voluntários permaneceu durante esta quarta-feira (12) no parque Carlos Alberto de Souza, no bairro Campolim, zona sul de Sorocaba, em busca da ave. Eles instalaram duas redes de neblina perto do lago, cada uma com 15 metros de comprimento e 3 metros de largura, para tentar prender a garça e retirar o plástico preso no bico. Elas formaram uma espécie de parede no ar.

Segundo a pedagoga Carolina Barreto Garcia, 24 anos, peixes foram comprados para servir de isca para a ave. Eles foram colocados à margem do lago pelos voluntários.

Durante toda a quarta-feira (12), a ave permaneceu na região do parque Carlos Alberto de Souza. Em alguns momentos, caminhou pelo lago. No fim da tarde, subiu em árvores presentes na área verde.

Leia mais  Equipes farão nova tentativa de resgate de garça com o bico preso em Sorocaba

 

A descoberta da ave com o bico preso ocorreu sábado (8) pela própria Carolina, que caminhava pelo parque. A garça não consegue se alimentar desde o fim de semana, mas continua ativa. “Ela não voa tanto quanto antes, mas aparenta estar bem”, relata a pedagoga.

Nesse período voltado à tentativa de salvar a garça, bombeiros, policiais ambientais e funcionários da Prefeitura de Sorocaba estiveram no local para tentar capturar a garça. Até agora, nenhuma deu resultado. (da Redação)

Comentários