Sorocaba e Região

Raposo Tavares terá desvio em Alumínio para remoção de passarela

Obra ocorrerá nas proximidades do km 76, nesta terça-feira (19), das 22h às 5h de quarta (20)
A passarela fica no km 76 da rodovia Raposo Tavares, em Alumínio. Crédito da Foto: Divulgação/CCR

A rodovia Raposo Tavares será interditada nos dois sentidos nesta terça-feira (19), das 22h às 5h de quarta (20), para a remoção da estrutura de uma antiga passarela. A obra será nas proximidades do km 76, em Alumínio.

Conforme a concessionária CCR ViaOeste, durante o período da interdição, o fluxo de veículos será desviado para vias laterais nos dois sentidos. De acordo com o coordenador de tráfego da concessionária, Alessandro Pereira, será implantada sinalização no local e haverá equipes para orientação e segurança dos usuários.

A CCR ViaOeste informou que um plano operacional foi desenvolvido para a execução do trabalho, em conformidade com as exigências da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) e Polícia Militar Rodoviária. Os motoristas que precisarem de informações sobre as condições de trânsito durante a obra podem entrar em contato com a concessionária pelo telefone 0800-701-5555 ou consultar o site www.viaoeste.com.br.

Nova passarela

A nova passarela construída ao lado da antiga estrutura foi liberada aos pedestres no dia 1º de maio, em atendimento às normas de acessibilidade, proporcionando mais conforto e segurança à população. O investimento na obra foi de R$ 1,9 milhão, conforme previsto no contrato de concessão. As obras foram iniciadas em outubro de 2019.

O dispositivo liga a rua Rio Grande do Sul, com trecho em nível, à rua Yoneo Sato, com acesso através de uma rampa. A passarela tem como principal característica estrutural e estética a utilização do aço patinável. Trata-se de uma liga química de alta resistência estrutural e também contra as intempéries.
Com o tempo, o aço se autoprotege por uma camada de pátina, que blinda a estrutura dos efeitos causados pelo oxigênio e, assim, evita sua corrosão. Esteticamente esta camada aparenta uma espécie de ferrugem, mas serve como proteção e não deve ser removida.

A passarela recebeu também rampas acessíveis em atendimento a NBR-9050 com inclinações normativas para cadeirantes e patamares de descanso, além de corrimão duplo e sinalização tátil para deficientes visuais. Outro ponto importante é a iluminação, composta por sete novos postes de 12 metros e três projetores, todos com luminárias em LED de alta performance.

A estrutura conta também com gradil metálico em todo o trecho de travessia, bem como foram implantados dispositivos antimotocicletas nos dois acessos, para garantir maior segurança aos pedestres. (Da Redação, com informações da CCR ViaOeste)

Comentários