Sorocaba e Região

Projeto coleta duas toneladas de resíduo eletrônico

Na primeira semana deste ano, foram recolhidos cerca de 840 quilos
Aparelhos são testados, podem ser reaproveitados e posteriormente doados ao Fundo Social de Solidariedade. Crédito da foto: Agência Sorocaba

O projeto Metarreciclagem, iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo (Sedettur), coletou, na primeira quinzena de 2021, mais de 2,3 toneladas de resíduos eletrônicos.

Na primeira semana deste ano, foram recolhidos cerca de 840 kg. Na semana seguinte, o balanço mostrou que o projeto arrecadou mais 1.500 kg de resíduos. Os materiais são derivados de equipamentos de informática, eletrodomésticos e brinquedos eletrônicos.

Os aparelhos coletados são testados e podem ganhar uma sobrevida, passando a fazer parte de kits que serão destinados ao Fundo Social de Solidariedade (FSS). De lá, os equipamentos serão doados às entidades assistenciais pertencentes a um cadastro do município.

Já, o material que é considerado como sucata eletrônica, é enviado a uma cooperativa parceira do projeto, que o comercializa, gerando renda e dando a destinação adequada e ambientalmente correta aos resíduos.

A Sedettur informa, também, que os equipamentos poderão ser aproveitados em cursos de montagem e manutenção de computadores, que são oferecidos pela Universidade do Trabalhador, Empreendedor e Negócios (Uniten) a jovens da comunidade, como alternativa de aprendizado.

Leia mais  Adolescente de 14 anos é apreendido com drogas

Essa atividade está momentaneamente interrompida em função da pandemia. “Além de ser uma ação sustentável, o projeto atinge camadas sociais mais vulneráveis, trazendo uma nova oportunidade de qualificação profissional”, destaca o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Robson Coivo.

Montagem de computadores

Em 2020, o projeto Metarreciclagem arrecadou 68 computadores em bom estado. Nesse processo, as máquinas são formatadas e recebem ajustes necessários, sendo reaproveitadas em boas condições de uso.

“Nossa meta, neste ano, é coletar, pelo menos, 100 computadores e doar ao FSS. Para isso, contamos com a colaboração da comunidade e de empresas”, salienta a coordenadora do projeto, Nadia da Costa Teixeira.

“Um item que a gente tem bastante de dificuldade de encontrar para montar computadores é o cabo do monitor. Todos que estiverem com essa peça avulsa e puderem contribuir nas doações, nos ajudarão muito na montagem dos equipamentos”, completa.

Leia mais  Operação Panaceia detém seis e recupera nove veículos

A sede do projeto fica na avenida Nove de Julho, 1.066, Vila Barão, funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h.
Outras informações pelo telefone (15) 3417-3825 ou meta.recicla@gmail.com . (Da Redação, com informações da Secom Sorocaba)

Comentários