Sorocaba e Região

Profissionais são treinados para consertar respiradores

A estimativa é de que, no Brasil, cerca de 3.600 desses equipamentos estejam fora de uso por necessidade de reparos técnicos
Profissionais são treinados para consertar respiradores
Respiradores pulmonares são essenciais no combate à pandemia da Covid-19. Crédito da foto: Ronny Hartmann / AFP

A equipe de Engenharia Hospitalar da Unimed Sorocaba, juntamente à Fatec local e ao Centro Universitário Facens, realizou, no dia 30 de março, um treinamento para os profissionais da Toyota sobre como proceder à manutenção dos aparelhos de respiração mecânica utilizados nas UTIs.

Dias atrás, o Ministério da Economia propôs, com respaldo nos recursos da Lei de Incentivo à Inovação, a criação de grupos de trabalho encarregados do reparo e manutenção nos ventiladores pulmonares que serão utilizados pelo serviço público de saúde durante a epidemia da Covid-19. A estimativa é de que, no Brasil, cerca de 3.600 desses equipamentos estejam fora de uso por necessidade de reparos técnicos.

Em Sorocaba, a Toyota ficou responsável por essa atividade em âmbito regional. Ao lado dela, a ArcelorMittal, Fiat Chrysler Automóveis (FCA), Ford, General Motors, Honda, Jaguar Land Rover, Renault, Scania e Vale também incorporam essa rede.

Leia mais  Governador do AM é alvo de buscas por fraudes na compra de respiradores

Além do treinamento, a Unimed Sorocaba colocou à disposição os conhecimentos técnicos nessa área, caso haja necessidade de orientações e apoio. “Paralelamente às nossas ações na área assistencial, sobretudo em nosso hospital, a possibilidade de poder contribuir dessa maneira na mitigação dos efeitos da Covid-19, deixa-nos muito satisfeitos, até pelo fato de, novamente, constatarmos o empenho voluntário dos nossos colaboradores em ações dessa natureza”, disse o presidente da Unimed Sorocaba, José Francisco Moron Morad. (Da Redação)

Comentários