Sorocaba e Região

Presidente do Conselho de Administração do GPACI, Carlos Camargo Costa morre por Covid

Diversas personalidades da cidade lamentaram a perda e lembraram as qualidades e o caráter do executivo
Carlos Camargo Costa. Crédito da foto: Cruzeiro FM

Atualizada às 17h

Morreu, neste sábado (27), o presidente do Conselho de Administração do GPACI (Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil), Carlos Camargo Costa aos 77 anos, vítima do coronavírus. De acordo com a nota de falecimento do hospital, não haveria velório. Seu sepultamento ocorreu às 11h30 no cemitério Memorial Park.

“Além de suas qualidades pessoais, muito amoroso e gentil, tentando sempre ajudar o próximo e as nossas crianças do hospital GPACI, ficará para sempre em nossos corações e lembranças. Fará muita falta. Sentiremos muitas saudades”, acrescenta a nota.

De acordo com o ex-secretário de Educação e Cultura da cidade, Antônio Carlos Bramante, Carlos era uma pessoa comunitária, doce e fez muito pela cultura em Sorocaba. “Ele veio ajudar a implementar um projeto chamado Cultura na Escola, que foi um sucesso. E ele também é o autor da Sinfonia Tropeira. Ele era uma pessoa comunitária e competente. Dá tristeza”, relembra Antônio.

Glaucia Blazeck, diretora de eventos do GPACI, conta que ele “revolucionou” o hospital. “Ele era um querido, meu mentor, uma pessoa ímpar. Ele transformou o GPACI no que ele é hoje”, relata.

Leia mais  Devido à procura, Bom Prato tenta evitar aglomeração

Presidente do Conselho Deliberativo do hospital, Paulo Escanhoela também ressaltou as virtudes de Carlos. “Pessoa excepcional, que, nos últimos anos, se dedicou à causa do GPACI de corpo e alma. Foi-se o corpo, mas sua alma continuará acompanhando toda a comunidade”, afirmou. “O GPACI e seus integrantes continuarão firmes em sua trajetória, agora iluminados pelo inesquecível Carlinhos”.

“Hoje está sendo um dia de muita dor. Embora o Carlos venha a fazer muita falta, é o objetivo de todos que o GPACI continue a ser o Hospital de referência que se tornou”, disse Maria Lúcia Neiva de Lima, vice-presidente do Conselho.

“É com muita tristeza que recebemos a notícia da morte do grande amigo e uns dos mais importantes dirigentes do GPACI. Ele também era um grande admirador da FUA e merece todas as nossas homenagens”, afirmou Laelso Rodrigues, presidente da Loja Maçônica Perseverança III (P III)

Diversas outras pessoas se manifestaram nas redes sociais e em mensagens a respeito do falecimento. Em comum, ressaltavam o caráter e espírito de liderança de Carlos, sempre buscando o bem e fazendo tudo o que estava a seu alcance para ajudar as crianças do GPACI.  Ele também foi diretor da escola Getúlio Vargas.

Leia mais  Liga Somos Basquete promove campanha para arrecadar alimentos

Carlos Camargo Costa deixa a esposa Maria Helena. (Da Redação)

 

 

Comentários