Covid-19 Sorocaba e Região

Prefeitura pretende imunizar todos os profissionais da saúde até a semana que vem

Nova fase da vacinação será com doses da Oxford/AstraZeneca
Embalagens com a vacina  Oxford/AstraZeneca/Fiocruz, armazenadas na Central de Vacinas de Sorocaba. Crédito da foto: Fernando Rezende /JCS (27/01/21)

A Secretaria de Saúde de Sorocaba (Ses) pretende vacinar todos os profissionais de saúde da cidade até o final da semana que vem. Os que atuam na linha de frente, segundo a pasta, já foram todos imunizados. A informação é do titular da secretaria, Vinícius Rodrigues, e foi dada durante entrevista na quarta-feira (27), na Central de Vacinas de Sorocaba.

“A expectativa é de concluir com os profissionais de saúde até a semana que vem, a primeira dose. Eu dependo, sempre reforçando, das doses enviadas pelo governo do estado. Se o governo do estado não mandar, a gente, infelizmente, não tem o que fazer. Se ele nos mandar mais um lote, nesse padrão que ele tem feito, até o fim da semana que vem a gente conclui a vacinação para todos os profissionais de saúde”, alega.

“A gente deve receber doses para concluir os profissionais de saúde entre essa semana e início da semana que vem. Após isso, vamos vacinar os idosos. É importante destacar que quando vacinamos os idosos, eu vou estar vacinando o grupo que representa 75% das mortes no estado de São Paulo. Já tranquiliza bastante a gente com relação a pandemia”, afirma Rodrigues.

Leia mais  Região de Sorocaba recebe mais 11 mil doses da Coronavac

Neste momento, segundo o secretário, a prioridade são os profissionais de saúde, mas que não atuam na linha de frente. “A imensa maioria dos profissionais da linha de frente da saúde já foi vacinada no primeiro dia de vacinação da cidade. Agora, a gente está fazendo profissionais de saúde hospitalar. Nós vamos conseguir, com esse segundo lote que está chegando, concluir com os profissionais de saúde hospitalares e avançar com outros profissionais de saúde, que não são diretamente hospitalares, mas tem contato. Por exemplo, profissionais de transporte e profissionais de laboratório”, comenta o titular da Saúde.

Controle

O secretário da Saúde também falou sobre o controle que é aplicado no processe de vacinação. “Toda a vacina, toda a dose que é aplicada, se registra o local da aplicação, quem está aplicando e quem está sendo vacinado. Então, esse controle é nominal. Como esse controle é nominal, a gente consegue saber quem tomou essa vacina e que dia, para fazer a segunda dose”, diz. “O planejamento é: onde você tomou a primeira dose, você vai também tomar a segunda dose”, recomenda.

Leia mais  Adolescente de 14 anos é apreendido com drogas

Questionado sobre a possibilidade de troca de fabricante entre uma dose e outra, o secretário diz que todo o protocolo é feito para minimizar esses riscos, mas pondera. “Todo o processo que envolve humanos, tem risco humano. A gente fez todo o processo para minimizar esses riscos e espera que esses erros não aconteçam.”

Vinícius Rodrigues tratou durante da entrevista do que chama de isolamento precoce do paciente assintomático respiratório. Conforme ele, mesmo com sintomas que podem ser da Covid, algumas pessoas não procuram ajuda médica. “Nesses dois, três dias, a pessoa fica por aí, assintomática e transmitindo a doença. Se você está com qualquer sintoma de gripe, ou você vai para a casa ou você vai ao médico, mas você não vai continuar por aí, passeando, visitando parente ou trabalhando.”

Reações e efeitos

Durante a entrevista ao Cruzeiro do Sul, também foi tratado sobre as reações e efeitos provocados pela vacina. “Nós tivemos relatos de possíveis reações adversas menores, sendo febre, diarreia, dor de cabeça e dor local. Como é uma vacina em caráter emergencial, todos os relatos são notificados e são enviados para a vigilância epidemiológica estadual para serem acompanhados. Alguns efeitos colaterais menores já eram esperados”, garante.

As 7.130 doses da vacina da Oxford/AstraZeneca/Fiocruz foram recebidas na tarde desta terça-feira (26). No total, foram enviadas pelo governo estadual 21,9 mil doses, que serão distribuídas para outras cidades da região. Elas receberão 14,9 mil doses da vacina. Em Sorocaba, a vacinação com as doses da AstraZeneca deverão ser iniciadas nesta quinta-feira (28). Na primeira etapa, a cidade recebeu o total de 9.280 doses da Coronavac, que já foram usadas.

Leia mais  Saúde autoriza recursos para leitos de UTI Covid na região de Sorocaba

 

Atualizado às 20h43, com o número correto de vacinas recebidas na terça-feira (26). O número correto é 7.130 e não 71130, como estava colocado anteriormente.

Comentários