Sorocaba e Região

Prefeitura lança o Casa Nova Sorocaba

Cadastro do ano passado será aproveitado e um novo, on-line, será aberto a partir de hoje (3) no site da Prefeitura
No lançamento, ontem, foi informado que sete áreas foram definidas para iniciar o projeto habitacional. Crédito da foto: Marcel Scinocca (2/2/2021)

O programa Casa Nova Sorocaba, uma das promessas de campanha do prefeito Rodrigo Manga (Republicanos), foi lançado ontem (2) no Parque Tecnológico. Sete áreas já foram definidas pelo Executivo para participar do projeto, somando mais de 86 mil metros quadrados que serão destinadas para a iniciativa privada. A ideia é que os primeiros editais para a escolha das empresas que participarão do programa ocorram em três meses.

“É o maior projeto habitacional da história da cidade de Sorocaba. A prefeitura vai ceder as áreas institucionais que
viraram minicracolândia, áreas que as pessoas jogam entulho e que têm mato alto, para que a iniciativa privada construa casas e apartamentos.

Parte dessas casas e apartamento será doada para pessoas que não têm renda nenhuma ou moram em área de risco e vão poder adquirir gratuitamente esses imóveis. Outra parte [será destinada] para aquelas pessoas que pagam aluguel e vai poder, por um valor muito menor, realizar o seu sonho da casa própria”, explica Manga.

No primeiro momento, são sete empreendimentos, na zona norte de Sorocaba. “Optamos por iniciar pela zona norte por se encontrar a maior demanda de pessoas que pagam aluguel”, justifica. O prefeito garante, entretanto, que ao longo de 2021, serão iniciados os processos para o total de 40 empreendimentos.

“É importante frisar que não são apartamentos como os antigos “CDHUs”. São apartamentos com outras qualidades, outro acabamento. Alguns deles com piscina, com elevador, com área e lazer para as crianças. E onde já existe uma estrutura, de mercado, de UBS, de padaria”.

Leia mais  Inscrições para o Sisu serão de 6 a 9 de abril

Critérios

O secretário de Habitação e Regularização Fundiária, Tiago da Guia, fez uma apresentação do projeto, destacando, por exemplo, as áreas que entrarão no projeto nesta primeira etapa. À imprensa, o secretário lembrou que a Prefeitura de Sorocaba, num primeiro momento, fará o chamado estoque público de imóveis. Esse estoque servirá, por exemplo, para famílias vítimas de enchentes, reintegração de posse ou de incêndios, como o que ocorreu recentemente no Residencial Carandá.

“Essa é a ideia, a preocupação com outras emergências, que nenhuma prefeitura tem”, afirma. A ideia também é que as pessoas possam custear os apartamentos, no caso dos gratuitos, com pagamento de IPTU e condomínio. O público alvo é também as pessoas que pagam aluguel, conforme o secretário.

Os imóveis com desconto habitacional são para pessoas que já fazem parte do cadastro, mas têm renda familiar de até seis salários mínimos. Esse financiamento será feito pelo banco que tem relação com a construtora que estará atuando na área pública concedida.

Primeira etapa

As sete áreas institucionais já definidas para receber os empreendimentos do programa Casa Nova Sorocaba, na primeira fase são as seguintes:

Leia mais  Procurado pela Justiça é capturado no Parque Manchester, em Sorocaba

Jardim Botucatu (área de 10.063,91 metros quadrados localizada na avenida Ipanema);

Dinorá Rosa (área de 16.490,83 metros quadrados localizada na avenida Antônio Soares Aguiar);

Parque São Bento (área de 11.110 metros quadrados localizada na rua Izidro Roque da Silva Telo e área de 10.240 metros quadrados localizada na rua Roque Nunes);

Jardim São Camilo (área de 5.988,07 metros quadrados localizada na rua Antônio Scudeler Sobrinho);

Jardim Santa Catarina (área de 19.964,04 metros quadrados localizada na rua Sinhorinha Antunes Martins); e

Jardim Imperatriz (área de 12.500 metros quadrados localizada na rua Diniz Góes da Silva).

Como participar

Será aproveitado o cadastro em programa habitacional realizado pelas famílias no ano passado, além de aberto um novo cadastro on-line, a partir de hoje (3), no site da Prefeitura (https://habitacao.sorocaba.sp.gov.br/). Assim, as famílias já cadastradas não precisam refazer esse processo, mas precisam atualizar os dados cadastrais.

Leia mais  Veículo pega fogo na Vila Santana em Sorocaba

Além disso, conforme informa a Prefeitura de Sorocaba, ainda em fevereiro, a Sehab abrirá o cadastro à população de forma presencial nas Casas do Cidadão. Outras informações podem ser obtidas de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, pelo telefone (15) 3212-7287 ou pelo e-mail sehab@sorocaba.sp.gov.br.

“Não precisa correr. Vamos deixar as inscrições até julho”, diz Manga. Manga afirmou no evento que a expectativa é
a de que14 mil pessoas sejam beneficiadas nos programas habitacionais do governo. Esse número engloba cerca de 12 mil pessoas do programa Casa Digna, que está promovendo a regularização fundiária em vários bairros de Sorocaba.

O evento de lançamento contou com a participação de parte dos vereadores da Câmara de Sorocaba, incluindo o presidente Claudio do Sorocaba (PL), do secretariado de Manga e de empresários do setor da construção civil. (Marcel Scinocca)

Comentários