Sorocaba e Região

Prefeitura inaugura placa em homenagem a Theodoro Mendes

O ex-prefeito de Sorocaba morreu em um acidente de carro na rodovia Raposo Tavares
Antes do descerramento da placa, as autoridades falaram sobre a vida política de Theodoro Mendes. Crédito da foto: Alexandre Lombardi / Secom Sorocaba

A cerimônia de descerramento da placa que dá o nome de Palácio dos Tropeiros Dr. José Theodoro Mendes, ao prédio do Paço Municipal, sede oficial da Prefeitura de Sorocaba, ocorreu às 10h desta sexta-feira (7), no 1º andar, no espaço ferroviário, do próprio Paço.

A solenidade contou com a participação da prefeita Jaqueline Coutinho e de familiares, parentes e amigos de José Theodoro Mendes. O ex-prefeito de Sorocaba morreu no último dia 24 de janeiro, aos 78 anos, em consequência de um acidente automobilístico na rodovia Raposo Tavares.

José Theodoro Mendes foi vereador em Sorocaba entre 1973 e 1975. Ele teve também três mandatos como deputado federal. Reeleito deputado federal em 1986, no ano seguinte participou dos trabalhos da Assembleia Nacional Constituinte, que resultaram na Constituição de 1988.

Leia mais  Confira a entrevista de José Theodoro Mendes para o programa Vida Pública

 

Antes do descerramento da placa, diversas autoridades presentes na cerimônia, como vereadores e secretários municipais, além de amigos de Theodoro Mendes, como era mais conhecido, falaram sobre a vida política dele.

O prédio do Paço Municipal foi construído por Theodoro Mendes quando prefeito entre fevereiro de 1977 e maio de 1982. A obra começou em 1978 e a inauguração aconteceu dia 15 de junho de 1981.

A prefeita Jaqueline Coutinho assinou na quarta-feira (29) o decreto por meio do qual a sede da Prefeitura de Sorocaba passou a se chamar Palácio dos Tropeiros Dr.José Theodoro Mendes. O decreto, de número 25.580, foi publicado na edição do jornal do Município na mesma data, e é uma homenagem ao ex-vereador, ex-deputado federal constituinte e ex-prefeito de Sorocaba.
Emocionada, Jaqueline Coutinho lembrou disse que a placa e o nome dado ao Paço Municipal é uma justa homenagem ao homem íntegro e de caráter que foi Theodoro Mendes durante toda a sua vida pública.

Theodoro Mendes participou dos trabalhos da Assembleia Nacional Constituinte, que resultaram na Constituição de 1988. Crédito da foto: Alexandre Lombardi / Secom Sorocaba

A prefeita lembrou ainda que conhecia ele desde criança, por conta do pai dele, que foi oficial de Justiça e conhecia Theodoro Mendes por conta do trabalho, principalmente no período em que o ex-prefeito foi promotor de Justiça. “Theodoro é um ícone político para todos nós, um homem de caráter, de reputação ilibada, então, é uma homenagem mais do que justa a memória dele”, disse.

Após o descerramento da placa, os familiares, parentes e amigos de Theodoro Mendes receberam das mãos da prefeita Jaqueline Coutinho um bóton com o brasão da cidade de Sorocaba.

Também prestaram homenagens a Theodoro Mendes as seguintes autoridades: o vereador e líder da prefeita na Câmara, José Francisco Martinez (PSDB);o ex-prefeito e primo Paulo Mendes; o secretário de Relações Institucionais e Metropolitanas, Flávio Chaves; o irmão José Mendes, e o presidente da Câmara, o vereador Fernando Dini (MDB).

Vida pública

José Theodoro Mendes foi vereador em Sorocaba entre 1973 e 1975. Ele teve também três mandatos como deputado federal. Em abril de 1984, Mendes votou favoravelmente à emenda Dante de Oliveira que pretendia restabelecer as eleições diretas no País e, no Colégio Eleitoral, se empenhou pela campanha de Tancredo Neves. Reeleito deputado federal em 1986, no ano seguinte participou dos trabalhos da Assembleia Nacional Constituinte, que resultaram na Constituição de 1988.

Foi também prefeito em Sorocaba entre fevereiro de 1977 e maio de 1982. Durante seu mandato, foi o responsável pela construção do atual Paço Municipal. Além disso, o Palácio dos Tropeiros foi concebido pelo arquiteto paulistano Luiz Arthur Guimarães Navarrete e idealizado por Theodoro. O ex-prefeito ainda foi responsável pela conclusão do Estádio Municipal “Walter Ribeiro” (CIC). Teatro Municipal e pelo prolongamento da Avenida Dom Aguirre, a partir da ponte da Rua Padre Madureira.

Comentários